PUBLICIDADE
Topo

Campeão da NBA, Isiah Thomas vira CEO de farmacêutica produtora de cannabis

Isiah Thomas atuando pelo Pistons em sua época de jogador da NBA - Reprodução/NBA.com
Isiah Thomas atuando pelo Pistons em sua época de jogador da NBA Imagem: Reprodução/NBA.com

Do UOL, em São Paulo

29/07/2020 09h26

O ex-astro da NBA Isiah Thomas se tornou CEO e vice-presidente do conselho administrativo da One World Pharma Inc., uma empresa farmacêutica colombiana que cultiva e produz substâncias a base de cannabis.

O ramo da cannabis medicinal não é o primeiro empreendimento do qual Isiah faz parte. Ele já possuía investimentos em canabidiol antes e, em 2015, adquiriu a Cheurlin Champagne, empresa que produz e comercializa champanhe.

Foram seus empreendimentos com bebidas alcoólicas possibilitaram a sua investida no ramo farmacêutico na Colômbia, onde possui licenças exclusivas para cultivar cânhamo e cannabis, segundo o site Benzinga.

Bicampeão pelo Detroit Pistons em 1989 e 1990, o ex-jogador explica que uma série de tragédias familiares despertaram o seu interesse pelo cultivo da maconha medicinal.

"Um dos meus irmãos morreu, depois foi minha mãe e, posteriormente, meu pai morreu de câncer. E lembro que, no final, todos eles estavam lutando contra o apetite ", disse ele ao site. "E não comer estava machucando-os terrivelmente."

Isiah conta que quando sua mãe perdeu o apetite, os médicos queriam receitar maconha para que ela voltasse a comer, mas pelo preconceito que ela tinha com a planta, recusou o tratamento.

"O que me ocorreu foi que não estava acontecendo na esquina ou no beco dos fundos. Na verdade, isso estava acontecendo no hospital, onde estava sendo prescrito medicamente ", lembrou o empresário.

O ex-jogador é considerado um dos maiores da história dos Pistons, terminando a carreira com média de 19,2 pontos e 9,3 assistências por partida. Ele é integrante do Hall da Fama, venceu o prêmio de MVP (jogador mais valioso) das finais em uma oportunidade e foi selecionado cinco vezes para o melhor time da NBA.

Canabidiol no Brasil

O canabidiol e seus derivados se mostraram eficazes no tratamento de diversas doenças crônicas e, por esse motivo, sua importação para o Brasil foi facilitada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no começo do ano.

Além da importação, a produção desses medicamentos já é feita em solo brasileiro. O canabidiol produzido pela USP (Universidade de São Paulo) já pode ser encontrado em farmácias, mas exige receita médica.

Basquete