PUBLICIDADE
Topo

Tem até ratoeiras: bolha da WNBA na Disney recebe críticas pelas condições

Jogadoras da WNBA criticam condições precárias das instalações na Flórida - Reprodução/Twitter/Montagem
Jogadoras da WNBA criticam condições precárias das instalações na Flórida Imagem: Reprodução/Twitter/Montagem

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 16h07

Jogadoras da WNBA (a liga feminina de basquete norte-americano) estão enfrentando poucas e boas na bolha de confinamento no complexo da Disney em Orlando, Flórida (EUA).

Em vídeos e fotos divulgados por Kayla Johnson, produtora da ESPN, ratoeiras perto das lavanderias, minhocas rastejando pelo chão e as péssimas condições do local estão chamando a atenção.

"Acabei de receber esse vídeo de uma das lavanderias dentro da bolha da WNBA e não pode ser mais atordoante. Isso não está bom", escreveu Johnson no Twitter.

A produtora ainda mostrou uma das opções de alimentação servida para as atletas: "Essa foi uma opção de comida servida para as jogadoras da WNBA. Eu não acho que elas teriam concordado com isso se tivessem sido alertadas", disse.

A jogadora Diamond DeShields, do Chicago Sky, disse que já avisou repetidas vezes a WNBA que não come carne, mas refeições não-vegetarianas ainda seguem sendo entregues em seu quarto.

"Eu mandei um e-mail e fiz minha parte, mas a resposta foi que "vão colocar a nota no sistema". Eu não quero pintar um quadro ruim da minha experiência, mas, até esse momento... Eu não sei mais o que dizer", escreveu a atleta no Instagram.

A IMG Academy, em Bradenton, receberá a partir do final de julho 22 partidas para cada equipe, além da disputa de playoffs.

Segundo a liga, a prioridade seguirá sendo a "saúde e a segurança das jogadoras e demais profissionais dos times" durante a pandemia do coronavírus.

A WNBA ainda não se pronunciou sobre as acusações da infraestrutura precária.

Basquete