PUBLICIDADE
Topo

LeBron rebate jornalista que defendeu Brees: 'Estamos cansados pra c...'

LeBron James rebateu declaração de jornalista americana - Tony Dejak/AP
LeBron James rebateu declaração de jornalista americana Imagem: Tony Dejak/AP

Do UOL, em São Paulo

04/06/2020 18h19

LeBron James rebateu hoje os comentários da jornalista Laura Ingraham, da Fox News, que declarou que Drew Brees tem "direito a ter uma opinião" após o astro da NFL criticar a possibilidade de atletas da liga protestarem se ajoelhando durante o hino dos Estados Unidos.

Ontem, Brees declarou que nunca vai concordar com "alguém que desrespeite a bandeira" dos EUA sobre se ajoelhar na execução do hino. O gesto ganhou repercussão em 2016, quando Colin Kaepernick, então jogador do San Francisco 49ers, se ajoelhou durante o hino como forma de protesto contra o racismo e a violência policial contra negros no país. Mais tarde, Brees se desculpou. Ontem, LeBron já havia lamentado a declaração do jogador da NFL.

Já hoje, LeBron compartilhou um vídeo com imagens antigas de Ingraham criticando o atleta dos Los Angeles Lakers e o também jogador de basquete Kevin Durant sobre opiniões políticas. Na sequência, o vídeo mostra a jornalista dizendo ontem que Brees "tem o direito de ter a visão dele sobre o que significa ajoelhar na bandeira. Ele é uma pessoa".

"É sempre imprudente ir atrás de conselhos políticos de quem é pago milhões de dólares por ano para bater uma bola. LeBron e Kevin, vocês são bons jogadores, mas ninguém votou em vocês. Milhões de pessoas votaram em Trump para ser o treinador delas. Então, mantenham os comentários políticos para vocês ou, como alguém disse, 'Calem a boca e Driblem' ('Shut Up and Dribble', em inglês), disse Ingraham nas imagens antigas mostradas no vídeo. "Shut Up and Dribble" é um documentário de 2018 que fala sobre a atuação de jogadores da NBA fora das quadras, inclusive no debate político.

LeBron se revoltou com a opinião da jornalista. "Se você ainda não entendeu o motivo do protesto, é porque nós estamos cansados para c... desse tratamento! Podemos simplificar mais do que isso? E para o meu pessoal, não se preocupe. Eu não pararei até ver mudança!", escreveu o jogador em sua conta no Twitter.

A morte de George Floyd na semana passada, segurança negro desarmado que foi morto por um policial branco, resultou em protestos ao redor dos Estados Unidos e fez surgir o debate se os jogadores da NFL se ajoelharão durante a temporada deste ano.

Basquete