PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Áudio desmente série e mostra que Jordan não quis jogar com Isiah Thomas

Michael Jordan pressionou para que Isiah Thomas não fosse convocado para seleção - Focus On Sport/Getty Images
Michael Jordan pressionou para que Isiah Thomas não fosse convocado para seleção Imagem: Focus On Sport/Getty Images

Do UOL, em Porto Alegre

27/05/2020 11h23

Uma gravação de 2011 revela que Michael Jordan não quis jogar ao lado de Isiah Thomas, do Detroit Pistons, no Dream Team (seleção dos Estados Unidos de basquete). A afirmação desmente o próprio camisa 23 no documentário 'Arremesso Final' (The Last Dance).

O áudio foi recuperado pelo podcast 'The Dream Team Tapes'. Nele, Jordan conversa com o repórter Jack McCallum.

"Rod Thorn me ligou e eu disse: Rod, não vou jogar se Isiah Thomas estiver no time", diz Jordan na gravação. Rod Thorn foi um dos responsáveis por selecionar os 12 jogadores que defenderam os Estados Unidos nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona. Isiah Thomas não foi chamado para seleção.

Em depoimento no documentário 'Arremesso Final', Jordan disse que não teve qualquer influência na escolha dos jogadores.

"Eu respeito o talento de Isiah Thomas. Para mim, o melhor armador de todos os tempos é Magic Johnson. Logo atrás dele é Isiah Thomas. Não importa o quanto eu odeie, eu respeito o jogo dele. Quer atribuir isso a mim, vá em frente e ponha na minha conta. Mas a culpa não foi minha", se defendeu Jordan.

Rod Thorn, por sua vez, negou que Jordan tenha interferido na situação de Thomas.

"Nunca houve essa conversa com Jordan. O nome de Isiah nunca apareceu na conversa", disse à ESPN.

O documentário 'Arremesso Final' tem sido alvo de muitos comentários. A série que conta a campanha do Chicago Bulls na temporada 1997/1998 da NBA focada em Michael Jordan gerou irritação de ex-companheiros e crescimento em vendas.

Basquete