PUBLICIDADE
Topo

Basquete


Técnico disse para Kobe sobre sonho de NBA: "melhor pensar em outra coisa"

Kobe Bryant com Michael Jordan  - Reuters
Kobe Bryant com Michael Jordan Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

27/01/2020 14h14

Aos 14 anos, Kobe Bryant contou ao seu técnico da escola na Pensilvânia que sonhava em jogar na NBA. A resposta que ouviu não foi das mais animadoras: "Mas como assim, garoto? Jogar na NBA? Olha, ouça o que tenho a lhe dizer. Acho melhor você pensar em outra coisa para a sua vida".

A história do início da carreira atlética de Kobe Bryant foi detalhada na reportagem especial publicada pelo UOL Esporte em homenagem ao astro dos Lakers, morto ontem (26), aos 41 anos, em um acidente de helicóptero, ao lado de outras oito pessoas, entre eles a filha Gianna, de 13 anos e nova promessa nas quadras.

Naquela época, no início dos anos 1990, Kobe era um visto como um forasteiro. Tinha acabado de chegar da Europa, onde o pai jogara profissionalmente. Apesar da habilidade, o jovem jogador precisava amadurecer fisicamente.

O trabalho de desenvolvimento ficou a cargo do linha-dura Gregg Downer, técnico da Lower Merion High School. O esforço foi recompensado: Kobe foi eleito o melhor jogador do Estado em 1995, com média de 31,1 pontos, 10,4 rebotes e 5,2 assistências.

Um ano depois, foi draftado pela NBA, quando pular etapa universitária ainda era algo chocante.

Acompanhe esta e mais histórias de Kobe Bryant, o maior jogador da NBA, na reportagem "Adeus, Mamba".

Basquete