PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Após quebrar maxilar de colega, ala-pivô dos Bulls pede desculpas públicas

Mirotic e Portis, dos Bulls, se desentenderam em treino - Jonathan Daniel/Getty Images
Mirotic e Portis, dos Bulls, se desentenderam em treino Imagem: Jonathan Daniel/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/10/2017 21h39

Suspenso por oito jogos pelo Chicago Bulls após socar o colega Nikola Mirotic no rosto em um treinamento, o ala-pivô Bobby Portis pediu desculpas públicas neste sábado (21) pelo incidente. O jogador conversou com a imprensa que acompanha a equipe e se manifestou tentando explicar o incidente, consequência da competição entre os atletas da mesma posição nos treinos do time.

“Eu errei. Quero pedir desculpas públicas a Niko. Eu sinto que decepcionei meus fãs, a organização dos Bulls e, acima de tudo, meus colegas de time. Isso não é quem Bobby Portis é”, afirmou o jogador.

A confusão nos treinamentos do Chicago Bulls resultou na hospitalização de Mirotic, que fraturou ossos do maxilar e sofreu uma concussão. Ele precisará passar por uma cirurgia e ficará fora de quadra entre quatro e seis semanas.

Questionado se poderá coexistir com Mirotic no futuro, Portis deu uma resposta positiva, porém revelou não ter ouvido de volta do companheiro, a quem tentou se desculpar por mensagem e telefone. “Eu mandei uma mensagem e liguei para ele, mas ele não me respondeu”, declarou.

O ala-pivô ainda disse que ficou surpreso com sua própria reação durante o treinamento. Após o incidente, ele tentou ser "delicado e gentil" com a situação ao se desculpar com seus colegas. "Eu nunca quis machucar Niko. Estávamos apenas competindo, as coisas esquentaram e é isso", concluiu.

Basquete