PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Ida à Casa Branca vira polêmica e Durant "troca farpas" até com jornalista

Durant se diz contrário às políticas e opiniões do presidente Donald Trump - AP Photo/Chris Szagola
Durant se diz contrário às políticas e opiniões do presidente Donald Trump Imagem: AP Photo/Chris Szagola

Do UOL, em São Paulo

23/08/2017 04h00

Kevin Durant virou uma voz importante nos Estados Unidos contra o presidente Donald Trump. E sua posição de se recusar a visitá-lo na Casa Branca já virou uma polêmica no país. Isso porque uma ex-repórter da ESPN conhecida por posições mais conservadoras criticou a postura de Durant. O jogador não deixou barato.

“Se o problema (com justiça) é a divisão dos EUA, então use o fato de ser uma celebridade para mostrar união. Grandes líderes se encontram, não evitam convites para a Casa Branca”, escreveu a jornalista Britt McHenry no Twitter.

Embora não tivesse sido citado, Durant entendeu que o comentário foi para ele e respondeu logo depois. “Que história triste... Conte-me mais”, ironizou o jogador, colocando uma figura sonolenta após sua mensagem.

A jornalista, então, reforçou seu argumento e continuou. “Ok, vamos discutir como um homem de sucesso como você pode mostrar união se encontrando com a Casa Branca a apenas 20 minutos de sua comunidade. Sua presença pode inspirar”, disse McHenry.

Durant, por sua vez, deu seu último “golpe”. “Fazendo o contrário, vou inspirar muito mais gente”, publicou o jogador, em mensagem que depois foi apagada, segundo o “Washington Post”.

Na semana passada, ao manifestar publicamente que não iria à Casa Branca, Durant deixou claro o motivo. Para ele, a crescente tensão racial que toma conta dos Estados Unidos tem como combustível justamente Donald Trump e suas atitudes.

“Ele [Trump] está fazendo isso. Desde que ele foi eleito ou desde que disputou a presidência, nosso país está tão dividido e não é uma coincidência. Quando Obama estava na presidência, a gente tinha esperança nas comunidades”, justificou Durant à “ESPN” norte-americana.

Seu companheiro de time, Stephen Curry também já havia declarado sua intenção de não visitar a Casa Branca se fosse convidado. Ele foi menos enfático que Durant e afirmou que conversaria com os demais jogadores do Golden State Warriors sobre o tema, mas o desconforto gerado pela ideia é nítido entre as estrelas campeãs da NBA.

Basquete