PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Dirigente: Tinder tem ajudado atletas da NBA a jogarem melhor fora de casa

Denis Poroy/AP
Imagem: Denis Poroy/AP

Do UOL, em São Paulo

22/03/2017 20h01

Um gerente geral da NBA e um ex-jogador de basquete afirmaram, em entrevista anônima ao site americano da ESPN, que o uso de aplicativos como o Tinder tem melhorado o desempenho das equipes visitantes.

Chamado de "Tinderização" por um dirigente, o fenômeno faria sentido pelo fato dos atletas não saírem para baladas com uma frequência maior. Um ex-jogador que chegou a ser eleito para o All-Star Game disse que isso dá mais descanso aos atletas.

"É uma verdade absoluta que você tem duas horas de sono a mais ao transar quando joga fora de casa atualmente do que quinze anos atrás", afirmou. Ele também explicou que os atletas preferem usar o Instagram em vez do Tinder. "Sem frescura. Sem sair para baladas. Sem ter que sair para comer algo depois da balada, mas antes do hotel", afirmou.

Além destes fatores, a melhora da ciência do esporte e preocupação dos atletas em evitarem hábitos nocivos à forma física tem feito com que eles não bebam ou saiam para festas, o que faz com que eles cheguem em condições melhores para jogar.

Segundo o levantamento da ESPN americana, o aproveitamento dos times mandantes na NBA atingiu um recorde negativo de apenas 57%.

Basquete