PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Ex-jogador da NBA faz sucesso com venda de maconha legalizada

Do UOL, em São Paulo

23/02/2016 08h44

Cliff Robinson foi um jogador de relativo sucesso na NBA. Entre 1989 e 2007, atuou por Portland Trail Blazers, Phoenix Suns, Detroit Pistons, Goldens State Warriors e New Jersey Nets, disputando inclusive o All-Star Game de 1994. Hoje, aposentado, o ex-ala-pivô faz sucesso em outros ramos.

Aos 49 anos, Robinson é hoje o responsável pela Uncle Spliffy, empresa do ramo de comércio legalizado de maconha. A marca faz referência a seu próprio apelido nos tempos de jogador, Uncle Cliffy.

E como Robinson chegou ao comércio de canabidiol? Segundo ele, como consumidor. “Eu fumava para descansar depois das partidas, quando minha adrenalina estava alta, ou para acalmar a ansiedade”, contou, em entrevista à rede de TV KOIN, de Portland. “Quando eu fiz, era errado. Eu estava errado. Mas agora é um novo tempo, e estamos tentando dar passos à frente”, acrescentou.

Robinson chegou a ser preso em 1997 por posse de maconha. O consumo como jogador valeu a ele duas suspensões, em 2001 (atuando pelo Phoenix Suns) e em 2005 (jogando pelo Golden State Warriors). Dois anos depois, aposentou-se das quadras de basquete.

Fora das quadras, Robinson resolveu seguir com a maconha. Desde outubro, tenta “fazer algo inovador” com o canabidiol. A meta, segundo ele, é utilizar a maconha no lugar de remédios para tratar dores de atletas, por exemplo.

“Acho que é uma possibilidade. Precisamos olhar para a maconha e seus benefícios”, afirmou o ex-jogador, que participa de uma conferência sobre a maconha em fevereiro, na cidade de Portland.

Basquete