PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Time perde por 108 a 1 no basquete dos EUA. E viu um lado bom nisso

Placar do jogo mostra o baile que a Gilmour Academy deu em quadra - Reprodução/Fox8
Placar do jogo mostra o baile que a Gilmour Academy deu em quadra Imagem: Reprodução/Fox8

Do UOL, em São Paulo

22/02/2016 13h24

Existem jogos equilibrados, placares elásticos e existe esse jogo: 108 a 1 no basquete colegial dos Estados Unidos. O resultado, no mínimo atípico, aconteceu pelos playoffs da competição feminina, em Ohio. As meninas da Gilmour Academy conseguiram a incrível vitória diante da Northeast Ohio College, uma escola pública norte-americana. E engana-se quem pensa que as derrotadas levaram bronca ou foram alvo de protesto.

A diretoria da escola emitiu um comunicado elogiando a postura das meninas e destacando quais os valores mais importantes para a instituição. “Estamos orgulhosos pelo espírito esportivo e pelo companheirismo que nosso time mostrou durante e depois do jogo. Nossos estudantes aprendem a incorporar respeito, responsabilidade e determinação, e tudo isso foi exibido em quadra”, exaltou a Northeast Ohio College.

O time da Gilmour Academy foi para o intervalo vencendo por 72 a 1 e diminuiu o ritmo no segundo tempo. As meninas da Northeast tiveram 32 arremessos, mas só acertaram um, em lance livre. Diante da enorme diferença em quadra, o técnico da equipe vencedora, Bob Buetel, cobrou respeito de suas jogadoras e foi camarada com o treinador rival.

Ele disse que gastar usar seus pedidos de tempo se o adversário precisasse de mais paradas. “Fizemos o que era necessário para respeitar o jogo e o outro time. Fiquei muito orgulhoso. Elas não fizeram nada para desrespeitar as outras meninas e jogaram com seriedade”, disse Bob Buetel à Fox.

O duelo foi válido pela segunda fase da competição, ou seja, entre as melhores equipes da etapa anterior. A Gilmour Academy era favorita por ser a dona da melhor campanha, mas nem o técnico mais otimista esperava tanta facilidade.

Basquete