Topo

Basquete


Indicado por Nenê, ala do Flamengo encaminha retorno à NBA após Mundial

Fábio Aleixo e Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo e no Rio de Janeiro

27/09/2014 12h39

Destaque da seleção brasileira no Mundial de basquete e grande nome do Flamengo para a disputa do Mundial Interclubes contra o Maccabi Tel Aviv, de Israel, neste final de semana, o ala Marquinhos pode deixar o clube da Gávea nos próximos dias. Indicado pelo pivô Nenê, o jogador recebeu uma proposta e encaminha seu retorno à NBA.

Em fase avançada, as negociações estão em andamento desde que Marquinhos retornou do Mundial da Espanha e podem ser concretizadas após a disputa deste domingo, contra os israelenses, na Arena da Barra da Tijuca. O acerto é conduzido por um agente italiano, apresentado ao jogador após a competição na Europa

Inicialmente, o ala de 30 anos acertaria um contrato de 1,5 milhão de dólares por um ano com o Washington Wizards, podendo o time americano renovar por mais uma temporada ao valor de 2 milhões de dólares, totalizando 3,5 milhões de dólares - R$ 8,4 milhões.

E o Washington Wizards não foi a única franquia a procurar Marquinhos e seus representantes. O New Orleans Pelicans, time da cidade onde Marquinhos atuou em sua primeira passagem na NBA - 2006/2007, também chegou a conversar com o ala do Flamengo. O jogador avaliou as duas propostas e ficou de acertar as coisas após os jogos.

Com a possível conclusão da negociação, Marquinhos seria o oitavo brasileiro a atuar na NBA na temporada 2014/2015. Além dele, Tiago Splitter (San Antonio Spurs), Leandrinho (Golden State Warriors), Nenê (Wasington), Anderson Varejão (Cleveland Cavaliers), Faverani (Boston Celtics), Lucas Bebê e Bruno Caboclo (os dois últimos no Toronto Raptors) estarão em quadra.

Comunicada por Marquinhos da decisão de voltar aos Estados Unidos, a família do ala já procura, inclusive, escola para suas filhas - Beatriz e Maria Eduarda - em Washington.

Ciente das propostas, o Flamengo evita comentar o assunto e só deve se pronunciar sobre o caso após a partida de domingo.

Mesmo vivendo grande fase e liderando o time rubro-negro em quadra, Marquinhos terá que lutar bastante para não deixar o clube em baixa. Na última sexta, após o primeiro confronto contra o Maccabi, o ala gerou grande polêmica por um comentário contra companheiros e técnico, gerando revolta na torcida.

"Não achei que o Neto [técnico] fez as melhores opções. Ele tem que colocar em quadra quem ele conhece. Eles [reforços] não entraram bem", cutucou o camisa 11.

Após a derrota por 69 a 66 na primeira partida, Marquinhos e o Flamengo precisam de uma vitória por quatro pontos para ficar com o título Mundial no domingo. Em caso de vitória por três pontos, o Rubro-negro só conquistará a taça caso marque 70 ou mais pontos (triunfo por três pontos de diferença com o Fla fazendo 68 ou menos dá o título ao Maccabi). Em caso de um 69 a 66 para o Flamengo no tempo normal, o troféu será decidido na prorrogação.