Topo

Basquete


Oscar 'engole' o choro na luta contra o câncer e diz: "Estou curado"

Do UOL, em São Paulo

31/05/2013 17h43

O ex-jogador de basquete Oscar falou nesta sexta-feira no quintal de sua casa, em Santana do Parnaíba, cidade perto de São Paulo, sobre a cirurgia a que foi submetido para a retirada de um tumor no cérebro. Bem humorado, Oscar se mostrou otimista com o tratamento com radioterapia e quimioterapia.

“Eu estou curado, curadíssimo. Fiz uma palestra na terça-feira. A palestra foi linda, já voltei a trabalhar. Não vejo nada diferente”, disse Oscar, que se arrependeu de ter cancelado algumas de suas palestras.

Oscar concedeu a entrevista coletiva para diversos jornalistas e com um boné na cabeça para esconder a cicatriz, resultado da cirurgia. Um dos maiores jogadores da história do basquete, o agora comentarista esbanjou bom humor e fez piadas com a atual situação.

O ex-jogador ainda afirmou que não se deixou abater em nenhum momento desde que recebeu a notícia do retorno do tumor. Mas admitiu ter medo da morte.

“Não chorei em nenhum momento. É um tumor pequeno, grau 3, mas malvado. Esse tumor pegou o cara errado mesmo. Se tiver que abrir a cabeça 20 vezes, vou abrir”, afirmou.

“Tenho medo (de morrer). Quem não tem? Quem não tem, tem algo errado”, completou.

O ex-jogador descobriu que tinha um tumor no cérebro em 2011, quando estava nos Estados Unidos. Oscar desmaiou em uma hidromassagem e teve que ser levado ao hospital de ambulância. Ele foi submetido ao primeiro procedimento cirúrgico em maio.

O drama de Oscar se intensificou em abril deste ano. Durante exames de rotina para controle, o ex-jogador descobriu que o tumor voltou a aparecer, mas dessa vez com uma nova característica e de grau 3 de malignidade (o máximo é 4). Assim, uma nova cirurgia foi realizada no hospital Sirio Libanês, em São Paulo.

Basquete