Topo

Esporte


Réveillon de campeão da São Silvestre tem viagem de van, vinho e ressaca

Campeão da última São Silvestre, queniano Edwin Kipsang terá vinho na virada do ano - Leandro Moraes/UOL
Campeão da última São Silvestre, queniano Edwin Kipsang terá vinho na virada do ano Imagem: Leandro Moraes/UOL

Luiza Oliveira

Do UOL, em São Paulo

30/12/2013 06h01

Nada de champanhe, pular sete ondinhas ou jogar flores para Iemanjá. Os atletas que participam da São Silvestre passam o fim de ano trabalhando pesado e têm que percorrer os 15 km da principal corrida do país justamente no último dia do ano. Essa também é a rotina do atual campeão, o queniano Edwin Kipsang.

Mas ninguém é ferro. Kipsang também dá um jeito de curtir a data especial com direito a uma longa viagem de van e até a entrar no novo ano com algumas garrafas de vinho e uma ressaca.

“É o único dia que libero um vinhozinho, eles se esbaldam. No dia seguinte está todo mundo de ressaca, eles se divertem e adoram”, brinca o técnico do corredor, o brasileiro Moacir Marcone, mais conhecido como Coquinho. "Eu gosto de celebrar com os amigos", conta timidamente o atleta.

Depois de participar da prova pela manhã, Kipsang não terá tempo para descansar ou esticar as pernas. Vai se apertar em uma van para viajar de São Paulo até Nova Santa Bárbara, no Paraná.

Para percorrer os 530 km na estrada, ele terá a companhia do técnico, do filho dele e de outros cinco colegas que também estão entre os favoritos para vencer a prova do dia 31 de dezembro. Entre eles estão os quenianos Stanlei Koech e Mark Korir, o etíope Fikadu Dinbushe, além das mulheres Nancy Kipron, do Quênia, e Sara Makera, da Tanzânia.

É na cidade paranaense perto de Londrina que todos eles treinam boa parte do ano e passarão a virada. Assim como no ano passado, terão direito a um raro momento de lazer em meio a treinos e competições pelo mundo.

No réveillon, vão desfrutar de um jantar com carneiro como prato principal, preparado pela esposa e filha de Coquinho. Ainda vão ter recepção do prefeito e poderão desfrutar de um bom vinho e até curtir uma ressaca.

“Neste ano vamos fazer a mesma coisa que fizemos no ano passado. Pegamos a van depois da prova e chegamos em Nova Santa Bárbara depois das 10 da noite. Tinha jantar, vimos os fogos na praça da cidade, o prefeito até chamou os corredores lá na frente no palco. Uma correria, e eles adoram”.

Mais Esporte