PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro almoça com Datena no Planalto fora da agenda oficial

O presidente Jair Bolsonaro almoçou com Datena fora da agenda oficial do governo - Reprodução
O presidente Jair Bolsonaro almoçou com Datena fora da agenda oficial do governo Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em Maceió

21/06/2022 17h37Atualizada em 21/06/2022 20h51

O presidente Jair Bolsonaro (PL) almoçou hoje com o apresentador José Luiz Datena (PSC-SP). O encontro, que aconteceu fora da agenda oficial do governo, foi mais um gesto de Bolsonaro para convencer o comunicador a disputar o Senado pelo estado de São Paulo na chapa do ex-ministro Tarcísio Freitas (Republicanos-SP), o candidato bolsonarista ao governo paulista. Ontem, a Folha de S. Paulo tinha adiantado o convite ao pré-candidato do PSC.

O almoço também contou com a participação dos ministros Ciro Nogueira (Casa Civil) e Célio Faria Júnior (Secretaria de Governo da Presidência da República), além do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), e do assessor especial da Presidência e possível vice na chapa de Bolsonaro para tentar a reeleição, general Braga Netto.

Ao portal Metrópoles, Datena disse que Bolsonaro "reafirmou" seu nome como aquele que terá o apoio do presidente na disputa pela vaga de senador por São Paulo.

Jair Bolsonaro anunciou a pré-candidatura de Datena ao Senado no mês passado para integrar a chapa de Tarcísio. Esta, entretanto, não é a primeira vez que o apresentador se lança como pré-candidato, para desistir antes de oficializar a candidatura. O âncora do "Brasil Urgente" já foi cotado para cargos públicos nos pleitos de 2016, 2018 e 2020.

A aliança entre Datena e Bolsonaro ficou estremecida após crítica de Valdemar Costa Neto, presidente do PL, partido de Bolsonaro. O ex-deputado teria dito, durante um almoço, que o apresentador não contaria com uma candidatura solidificada devido a "coisa no passado". Mas, depois, amenizou, dizendo que o comentário se referia "a campanhas passadas, que não deram certo".

Em um tom duro, Datena rebateu a crítica de Costa Neto, dizendo que o ex-deputado "saiu da cadeia outro dia".

Datena reafirma candidatura

No mês passado, ao vivo em seu programa na Band, Datena afirmou que pode entrar para a política "mais do que nunca" e pediu aos opositores para "não contarem com a minha desistência dessa vez". Segundo relatou, "tem muita gente que pede" para que ele desista de disputar as eleições, inclusive sua família, mas, agora, pretende ir até o fim com suas pretensões políticas.

"Tem muita gente que pede para eu ficar quietinho porque gosta de mim, inclusive minha família. Eu vou contar uma coisa para você, tem muita gente que pede para eu sair, com medo de eu entrar. Por isso, tenho uma convicção cada vez maior que eu posso entrar mesmo, mais do que nunca. Vocês podem ficar espertos que eu posso entrar mesmo, mais do que nunca. E a hora que eu anunciar, no momento certo, vocês vão saber", declarou.