PUBLICIDADE
Topo

Temer diz que não é candidato e reitera apoio a candidatura de Tebet

Michel Temer defendeu a candidatura de Simone Tebet à presidência da República - Reprodução/TV Cultura
Michel Temer defendeu a candidatura de Simone Tebet à presidência da República Imagem: Reprodução/TV Cultura

Colaboração para o UOL, em Maceió

24/05/2022 19h19

O ex-presidente Michel Temer (MDB-SP) reafirmou que não será o candidato da chamada terceira via à presidência da República nas eleições deste ano, e reiterou seu apoio a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS), escolhida como o nome para disputar o Planalto pelos partidos PSDB, Cidadania e MDB na semana passada.

Em comunicado enviado à imprensa, Temer disse de forma categórica que não disputará a presidência e afirmou ser um "candidato a juntar os contrários em busca do bem comum".

"Sou e sempre serei candidato ao debate franco para que as diferenças sejam assimiladas pelo diálogo. Sou e sempre serei candidato a defender a pacificação do Brasil. São as teses que sempre apoiei, sobre as quais construí minha trajetória politica e que compartilho com a candidata do nosso partido a senadora Simone Tebet, que pode levá-las adiante", declarou.

Ontem, após o ex-governador João Doria desistir de sua candidatura ao Planalto, e liberar o caminho para Simone Tebet ser oficializada como a candidatura da terceira via, Temer elogiou o tucano por revelar "desprendimento e praticar um gesto grandioso".

Após travar uma disputa interna com Simone Tebet, Doria renunciou a sua pré-candidatura, em meio a atritos com o presidente do PSDB, Bruno Araújo. A cúpula tucana decidiu apoiar a senadora devido ao fato de ela possuir menor índice de rejeição quando comparada com o ex-governador de São Paulo.

Ao abrir mão da candidatura de João Doria, o PSDB deve indicar um nome para compor a compor a chapa, como vice da senadora. O ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB-SP) é cotado para esse posto, mas, em entrevista ao UOL News, o tucano afirmou que não trabalha com a perspectiva de ser vice de Simone Tebet.

"Não estou trabalhando com essa perspectiva. [...] A eleição nacional não se dá apenas pela formação de chapa nacionalmente, mas também pelos palanques regionais, trabalho nos bastidores", disse Leite.