PUBLICIDADE
Topo

UOL e Folha fazem a partir de amanhã sabatinas com pré-candidatos na Bahia

A partir do alto à esq., em sentido horário, João Roma (PL), ACM Neto (União Brasil), Jerônimo Rodrigues (PT) e Kleber Rosa (PSOL), pré-candidatos ao governo da Bahia - Arte/UOL
A partir do alto à esq., em sentido horário, João Roma (PL), ACM Neto (União Brasil), Jerônimo Rodrigues (PT) e Kleber Rosa (PSOL), pré-candidatos ao governo da Bahia Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

22/05/2022 04h00Atualizada em 22/05/2022 10h25

A partir de amanhã (23), às 10h, o UOL, em parceria com a Folha de S.Paulo, faz sabatinas com pré-candidatos ao governo da Bahia.

Elas acontecem até o dia 27, sempre ao vivo, com uma hora de duração e com transmissão pela internet nos sites e perfis nas redes sociais do UOL e da Folha. Os entrevistadores serão a apresentadora Fabíola Cidral, o colunista do UOL Carlos Madeiro e o repórter da Folha João Pedro Pitombo.

A estreia é com João Roma (PL), às 10h (veja o calendário completo mais abaixo).

Se houver segundo turno, as sabatinas serão realizadas na semana de 17 a 21 de outubro. As datas foram decididas em reunião com as campanhas, na qual foram aceitas as regras das sabatinas.

Segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada no dia 18, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) está na liderança de intenção de votos para o governo da Bahia. Com 67%, ele venceria no primeiro turno caso as eleições fossem hoje.

Os demais candidatos somam 12% das intenções de voto. O ex-secretário de Educação da Bahia Jerônimo Rodrigues (PT) tem 6%; o ex-ministro da Cidadania João Roma (PL), 5%; e o professor Kleber Rosa (PSOL), 1%. Como a margem de erro é de 2,9 pontos percentuais para mais ou para menos, esses três pré-candidatos empatam tecnicamente. O professor Giovani Damico (PCB) não pontuou.

Brancos, nulos e aqueles que disseram que não pretendem votar somam 12%. Indecisos são 8%.

Calendário das sabatinas na Bahia

  • 23/05 - 10h - João Roma (PL)
  • 25/05 - 10h - ACM Neto (DEM)
  • 26/05 - 10h - Kleber Rosa (PSOL)
  • 27/05 - 10h - Jerônimo Rodrigues (PT)

Nas próximas semanas, também serão feitas sabatinas com candidatos ao governo do Paraná, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Sul.

Debates entre candidatos a presidente

No dia 22 de setembro, acontece às 10h o debate com os quatro candidatos à Presidência mais bem colocados da última pesquisa Datafolha divulgada até o dia 31 de agosto. Caso um desses quatro candidatos, opte por não participar, será convidado o seguinte mais bem posicionado no mesmo levantamento.

Os debates terão uma hora e meia de duração, sem intervalos, e utilizarão o modelo de banco de tempo, com 15 minutos para cada candidato. O tempo que eles utilizam em cada resposta ou comentário vai sendo descontado desse total.

No primeiro bloco, serão feitas perguntas aos quatro candidatos por jornalistas do UOL e da Folha. A ordem das falas será definida em sorteio.

No segundo bloco, os candidatos farão perguntas entre si, com tema livre, em ordem definida por sorteio. Os demais participantes também poderão usar seu banco de tempo para comentar.

No terceiro bloco, os candidatos responderão a perguntas de líderes sociais escolhidos pelos organizadores dentro de temas predefinidos.

Na hipótese de segundo turno, será realizado em 13 de outubro novo debate com os dois concorrentes. Também terá uma hora e meia de duração e utilizará o modelo de banco de tempo, mas com 30 minutos para cada candidato.

O primeiro bloco tem perguntas de jornalistas do UOL e da Folha. No segundo, os participantes farão perguntas entre si, com tema livre, e no último, os candidatos voltam a responder perguntas de jornalistas.

Debate entre candidatos a vice-presidente

No dia 29 de setembro, vai ser a vez de debaterem os quatro candidatos entre os vices mais bem colocados da última pesquisa Datafolha divulgada até o dia 31 de agosto. Na hipótese de segundo turno, outro debate será realizado em 13 de outubro.

As regras e modelos são os mesmos do debate entre candidatos a presidente.