PUBLICIDADE
Topo

Viana (PL) e Renata Regina (PCB) fecham amanhã sabatinas UOL/Folha em MG

O pré-candidato Carlos Viana (PL), apoiado por Bolsonaro em Minas - Arte/UOL
O pré-candidato Carlos Viana (PL), apoiado por Bolsonaro em Minas Imagem: Arte/UOL

Do UOL, em São Paulo

12/05/2022 15h00Atualizada em 12/05/2022 15h03

Amanhã (13), às 10h, o UOL, em parceria com a Folha de S.Paulo, sabatina o pré-candidato ao governo de Minas Gerais Carlos Viana (PL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL). Às 16h, é a vez de Renata Regina (PCB), que fecha o ciclo no estado.

A entrevista acontece ao vivo, durante uma hora, e tem transmissão pela internet nos sites e perfis nas redes sociais do UOL e da Folha. Os entrevistadores serão a apresentadora Fabíola Cidral, o colunista do UOL Alberto Bombig e a repórter da Folha Carolina Linhares.

O atual governador, Romeu Zema (Novo), declinou do convite. Segundo sua assessoria de imprensa, procurada diversas vezes para que ele participasse, "nossa liderança e assessoria continua(m) achando que não é momento para participar. Agradeço pela oportunidade".

Se houver segundo turno, as sabatinas serão realizadas na semana de 10 a 14 de outubro. As datas foram decididas em reunião com as campanhas, na qual foram aceitas as regras das sabatinas.

Segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada em março, Zema está à frente, com 34% de intenções de voto. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), fica em segundo lugar, com 21%.

Em seguida, quatro candidatos ficam em empate técnico, dentro da margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. André Janones (Avante), com 7%; Cleitinho Azevedo (Cidadania), tem 6%; Carlos Viana (MDB), 5%; e Vittorio Medioli (PSD) tem 2%.

Daniel Sucupira (PT) e Miguel Corrêa (PDT) têm 1% cada. Os dois candidatos empatam tecnicamente com Cleitinho Azevedo, Carlos Viana e Vittorio Medioli, mas não alcançam André Janones. Lorene Figueiredo, Marcus Pestana (PSDB) e Renata Regina não aparecem no questionário.

Nas próximas semanas, também serão feitas sabatinas com candidatos ao governo do Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco, Ceará, Bahia e Rio Grande do Sul.