PUBLICIDADE
Topo

Sabatina UOL/Folha

Pré-candidatos são entrevistados por jornalistas do UOL e da Folha


Greve de policiais foi motivada por 'demagogia barata' de Zema, diz Kalil

Henrique Sales Barros

Colaboração para o UOL, em São Paulo

11/05/2022 11h30

Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas Gerais, criticou o atual governador do estado, Romeu Zema (Novo), pré-candidato à reeleição, dizendo que a greve de policiais no estado foi provocada pela "demagogia barata" dele.

"Sou contra a greve, porque ela é ilegal, mas o governo não pode acender um estopim", afirmou em sabatina promovida pelo UOL em parceria com a Folha de S.Paulo, em referência ao fato de Zema ter prometido aumentos salariais para a categoria, mas não ter cumprido.

A greve foi provocada pela irresponsabilidade, pela demagogia barata, que é a tônica desse governo."
Alexandre Kalil (PSD), pré-candidato ao governo de Minas Gerais

Tachando Zema como alguém que "mentiu", Kalil disse que a atitude do governador é algo que não se deve fazer com ninguém dentro do funcionalismo público. "Ainda mais com uma polícia tão séria, como é a de Minas Gerais", acrescentou.

Zema conseguiu no STF (Supremo Tribunal Federal) uma autorização para não pagar um reajuste acima de 10% para as áreas de segurança e saúde e educação.

"O que falta é o Executivo chamar o funcionalismo para a mesa [de negociação]. Quando 40 mil pessoas saíram às ruas em Belo Horizonte, o governador não chamou, mandou o segundo ou terceiro escalão negociar. Não adianta reinar: tem que governar", criticou.

Sabatinas UOL/Folha

A entrevista aconteceu ao vivo e teve transmissão pela internet nos sites e perfis nas redes do UOL e da Folha de S.Paulo. Fabíola Cidral foi quem apresentou a sabatina, enquanto Alberto Bombig, colunista do UOL, e Carolina Linhares, repórter da Folha, foram os entrevistadores.

Segundo pesquisa Genial/Quaest divulgada em março, o atual governador de Minas, Romeu Zema, está à frente no pleito, com 34% de intenções de voto. Kalil fica em segundo lugar, com 21%.

Em seguida, quatro candidatos ficam em empate técnico, dentro da margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. André Janones (Avante), com 7%; Cleitinho Azevedo (Cidadania), tem 6%; Carlos Viana (MDB), 5%; e Vittorio Medioli (PSD) tem 2%.

Daniel Sucupira (PT) e Miguel Corrêa (PDT) têm 1% cada. Os dois candidatos empatam tecnicamente com Cleitinho Azevedo, Carlos Viana e Vittorio Medioli, mas não alcançam André Janones. Lorene Figueiredo não aparece no questionário.

Calendário das sabatinas em MG

  • Miguel Corrêa (PDT) - 12/5 - 10h
  • Marcus Pestana (PSDB) - 12/5 - 16h
  • Carlos Viana (PL) - 13/5 - 10h

Nas próximas semanas, também serão feitas sabatinas com candidatos ao governo do Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco, Ceará, Bahia e Rio Grande do Sul.