PUBLICIDADE
Topo

Damares Alves diz que no Republicanos menino veste azul e menina veste rosa

Damares Alves durante filiação ao Republicanos - Reprodução
Damares Alves durante filiação ao Republicanos Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL, em Maceió

28/03/2022 21h14

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, oficializou hoje sua ida para o Republicanos, e afirmou que no partido "menino veste azul e menina veste rosa".

Ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que também se filiou à sigla, os dois foram presenteados com uma camisa do partido, sendo que a do ministro foi azul e a da ministra, rosa. Ao perceber esse detalhe, Damares não escondeu a felicidade e celebrou:

"No Republicanos, menino veste azul e menina veste rosa", afirmou.

Durante sua fala, Damares Alves não confirmou a candidatura ao Senado pelo Amapá, mas disse estar "honrada" em se filiar ao Republicanos, um "partido conservador" que preza por "Deus, pela pátria, família e liberdade".

Damares evocou fala polêmica sobre 'nova era'

Ao afirmar que no Republicanos "menino veste azul e menina veste rosa", Damares Alves evocou uma de suas falas mais polêmicas. No início do governo de Jair Bolsonaro (PL), em 2019, ela apareceu em vídeo celebrando uma "nova era no Brasil" em que afirmou haver cores distintas para o gênero masculino e o gênero feminino.

Na ocasião, a fala provocou polêmica gerou repercussão nas redes sociais, com críticas, inclusive, por parte das celebridades.

Posteriormente, a ministra afirmou que sua fala era uma metáfora e que não se arrepende do que disse.

"Temos o outubro rosa, o novembro azul. Vamos estar respeitando a identidade biológica das crianças. E digo mais: podemos chamar menina de princesa e menino de príncipe no Brasil, e não há confusão nisso", declarou.