PUBLICIDADE
Topo

Conversa de Portão #33: O cotidiano de Erika Hilton na política

Mais Conversa de Portão
1 | 25

De Ecoa, em São Paulo

18/05/2021 06h00

A participação de mulheres trans na política brasileira aumentou 275% na eleição do ano passado. Em todo o Brasil, 294 se candidataram e 30 foram eleitas. Uma delas foi a vereadora mais votada do país, com 50.508 votos, eleita para a Câmara Municipal de São Paulo.

Neste episódio de Conversa de Portão, Jéssica Moreira conversa com Érika Hilton, que fala como é assumir um lugar de protagonismo como o cargo de presidente da Comissão de Direitos Humanos, em um país que é o campeão mundial no assassinato de travestis e mulheres trans. "Ocupar esse espaço é um colher de nossa história, tem um caminho atrás de mim que me trouxe até aqui", diz ela a partir de 7:34 do arquivo acima.

Mas esse lugar tem custado à vereadora uma série de ameaças de agressões desde a eleição, em 2020. Em janeiro deste ano, o seu gabinete foi invadido por um homem que dizia ser o autor de agressões contra ela na campanha eleitoral (a partir de 9:35 do arquivo acima).

Falando da própria história, Érika Hilton explica que grande parte dos travestis são expulsos de casa e perdem as suas famílias pela desinformação e estigmatização da sociedade. As políticas públicas, para ela, são importantes para desconstruir essas ideias. "E para minimizar o sofrimento, diminuir as mortes, a violência e a desinformação sobre a população LGBT" (a partir de 19:41 do arquivo acima).

O Conversa de Portão é um podcast produzido pelo Nós, Mulheres da Periferia em parceria com UOL Plural, um projeto colaborativo do UOL com coletivos e veículos independentes. Novos episódios são publicados toda terça-feira.

Os podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts e em todas as plataformas de distribuição. Você pode ouvir Conversa de Portão, por exemplo, no Youtube, no Spotify e no Google Podcasts.