PUBLICIDADE
Topo

Agente e presos se unem em projeto de reflorestamento no Rio

26/02/2020 12h05

"Eu tinha uma visão como a sociedade tem. Esse 'medo' de lidar com pessoas que estão no sistema penitenciário", conta Walcimar Merlim, agente de saneamento do programa socioambiental Replantando Vida, que emprega detentos de uma colônia agrícola no Rio de Janeiro para plantar mudas que recuperem a mata ciliar (vegetação nativa nas bordas de rios e represas) do Estado do Rio de Janeiro.

Apesar do receio, durante os dez anos em que trabalha no projeto, Merlim acabou ficando amigo dos detentos. Alguns, depois de libertos, hoje frequentam a sua casa.

"Aprendi muito com eles e acho que eles aprenderam muito comigo. A gente está a cada dia aprendendo um com o outro", diz Merlim.

Meio ambiente