PUBLICIDADE
Topo

Amigos se unem contra a fome e criam projeto que atua em 52 cidades do país

"Bem da Madrugada" foi criado para ajudar erradicar a fome, a miséria, o abandono e o descaso - @fotografosdobem
'Bem da Madrugada' foi criado para ajudar erradicar a fome, a miséria, o abandono e o descaso Imagem: @fotografosdobem

Ed Rodrigues

Colaboração para Ecoa, no Recife

25/05/2022 06h00

Uma amizade de infância se tornou um projeto social que leva alimentação a moradores de rua em 52 cidades do Brasil. A ação já distribuiu cerca de 250 mil kits de refeições, uma média de oito mil por semana. Os voluntários, hoje estimados em 12,5 mil, se reúnem diariamente e saem pelas ruas em busca da população vulnerável.

O que começou a partir do sentimento de empatia de três amigos alcançou tamanha dimensão que, atualmente, o Bem da Madrugada atua em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso Mato, Grosso do Sul, Distrito Federal, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Piauí e Bahia.

Uma das coordenadoras das ações, Priscila Rodrigues, 33 anos, contou a Ecoa que o projeto surgiu da união de Rafael Lima, Leandro Dias e Luiz Felipe Moraes, três amigos de infância com suas rotinas tomadas por serviço e aulas em faculdades distintas.

Os amigos, que vivem em São Paulo, sempre se reuniam às segundas-feiras em uma loja de conveniência de um posto de gasolina para papear. Os assuntos eram diversos. Até que um dia, no ano 2000, o pai de um deles surgiu com vários cobertores e mandou distribuir para quem estivesse precisando. Esse foi o primeiro movimento deles rumo às ações solidárias.

"Após o término da faculdade e com o aumento das demandas pessoais, o grupo acabou se afastando. Anos mais tarde, em 2013, Luiz Felipe decidiu retomar o projeto. Ele foi juntando outros amigos e voluntários e nossa rede solidária só cresceu desde então", diz Priscila.

Contra a fome e o abandono

Bem da madrugada - @fotografosdobem  - @fotografosdobem
Grupo entrega comida, itens de higiene e também de inverno, como meia, touca, luva, cachecol e cobertor
Imagem: @fotografosdobem

O Bem da Madrugada foi criado para auxiliar na erradicação da fome, da miséria, do abandono e do descaso, fornecendo itens de alimentação, higiene pessoal, vestuário, além de muito amor, respeito e atenção para aqueles que necessitam e se encontram às margens do alcance dos agentes públicos e da própria sociedade.

Fazendo parcerias com empresas e com outros projetos dos quatro cantos do Brasil, a ação foi crescendo até chegar ao que é hoje. O grupo foi conhecendo voluntários pelo Brasil que se interessavam em replicar a ideia e foi se expandindo.

"Hoje vamos para as ruas todos os dias em algum lugar do país. Aqui em São Paulo, vamos toda semana. Entregamos o kit alimentação, de higiene e agora, com a baixa das temperaturas, os itens de inverno como meia, touca, luva, cachecol e cobertor", explicou.

Os kits levam pão com proteína, bolacha, bolinho, fruta, água, suco, bebida quente (café /chocolate), papel higiênico, sabonete, escova de dente, pasta de dente, absorvente, máscara, meia, touca, luva, cachecol e cobertor.

Para manter as ofertas, o projeto conta com doações e algumas empresas apoiadoras. Além das doações voluntárias, que formam o maior volume.

Priscila confessa que se sente agradecida por poder ajudar a aliviar a fome dessas pessoas. Para ela, descobrir histórias, vidas, trocar experiências com pessoas que estão ali, e saber que de alguma forma está mudando o mundo, é algo imensurável.

"Mudamos aquela realidade naquele momento, entregando um alimento, um cobertor, aquecendo a pessoa não só por fora, mas também por dentro. De uma forma única, saber que coisas tão simples faltam para uma parcela da sociedade é tão injusto", argumentou.

Para conhecer o projeto Bem da Madrugada, acesse o perfil no Instagram. Doações em dinheiro podem ser feitas por PIX: pix@bemdamadrugada.org (chave-e-mail) ou pelo site de doação.