PUBLICIDADE
Topo

Filme sobre luta Yanomami contra garimpeiros tem roteiro de Davi Kopenawa

Documentário "A Última Floresta" tem roteiro de Davi Kopenawa e direção de Luiz Bolognesi - Divulgação
Documentário 'A Última Floresta' tem roteiro de Davi Kopenawa e direção de Luiz Bolognesi Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

01/09/2021 06h00

O líder indígena e xamã Davi Kopenawa Yanomami assina o roteiro do documentário "A Última Floresta" ao lado do diretor Luiz Bolognesi. O longa-metragem, que acompanha a luta de um grupo Yanomami contra os garimpeiros que ocupam o seu território legalmente demarcado, será exibido gratuitamente no dia 2 de setembro (quinta-feira), das 19h às 23h, na plataforma de streaming Itaú Cultural Play.

No dia seguinte, às 18h, será realizada a live "Conversa sobre A Última Floresta" com Luiz Bolognesi e Dário Kopenawa, filho de Davi e um dos líderes do povo indígena Yanomami, no canal do Itaú Cultural no YouTube. Eles vão comentar a repercussão do filme em um momento em que os povos originários lutam incansavelmente pelos seus direitos legais.

O documentário retrata o cotidiano de um grupo Yanomami isolado, que vive em um território ao norte do Brasil e ao sul da Venezuela há mais de 1.000 anos. Kopenawa busca proteger as tradições de sua comunidade e contá-las para o homem branco, que, segundo ele, nunca viu nem ouviu o seu povo.

Enquanto o xamã tenta manter vivos os espíritos da floresta e as tradições, ele e os demais indígenas lutam para que a lei seja cumprida e os ocupantes retirados do território legalmente demarcado.

A história de violação de suas terras é longa, mas, somente em 2020, mais de 10 mil garimpeiros ilegais invadiram o local e estão derrubando a floresta, envenenando os rios e espalhando covid 19 e outras doenças entre os indígenas.

A estreia do filme nos cinemas está marcada para o dia 9 de setembro. Depois, no dia 30, o documentário fica novamente disponível para assistir na plataforma de streaming do Itaú Cultural das 19h às 23h.