PUBLICIDADE
Topo

Chef cria prêmio para valorizar iniciativas de marmita solidária em SP

Fernanda Carvalho/ Divulgação
Imagem: Fernanda Carvalho/ Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

16/07/2021 06h00

Idealizador do projeto de gastronomia social Comida Para Todes, que distribuiu marmitas para 43 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia em São Paulo, o chef Augusto Pinto criou um prêmio para reconhecer outras iniciativas de levar comida e escuta a quem precisa.

O Prêmio Comida Para Todes vai contemplar com R$ 5 mil três projetos de grupos e coletivos informais que trabalhem voluntariamente com a distribuição de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade. As premiações poderão ser em dinheiro ou insumos, a depender da demanda de cada premiado. A iniciativa está em fase de seleção e os vencedores serão conhecidos no dia 1º de agosto.

No ano passado, entre março e dezembro, o Comida Para Todes distribuiu cerca de 300 refeições por dia em pontos estratégicos da capital paulista, incluindo Centro, Favela do Moinho, Palacete dos Artistas, Pateo do Collegio, Largo de São Francisco e Praça Duque de Caxias, entre outros locais identificados durante o processo.

Ex-chef do restaurante Goa Vegetariano e ex-gestor executivo do Mimo, ambos em São Paulo, Augusto Pinto criou uma ponte entre restaurantes, fornecedores de insumos, nutricionistas, técnicos e fotógrafos e as pessoas mais afetadas pela crise.

Comida Para Todes - Rafael Wainberg/ Divulgação - Rafael Wainberg/ Divulgação
Refeição servida no projeto Comida Para Todes
Imagem: Rafael Wainberg/ Divulgação

Em sua primeira ação espontânea, o projeto contou com o aproveitamento de estoques disponíveis do Mimo Restaurante. O sucesso da operação levou a um plano para ampliar a ação por meio de crowdfunding para atender mais pessoas durante um período maior. O objetivo foi sensibilizar empresas privadas, pessoas físicas, instituições ?lantrópicas e religiosas, além de órgãos do poder público, formando uma grande rede de apoio, dizem os organizadores.

Interessados podem fazer doações em dinheiro diretamente no site do projeto.