PUBLICIDADE
Topo

Plural é um projeto colaborativo do UOL com coletivos independentes, de periferias e favelas para a produção de conteúdo original


Papo Preto #26: "A frustração é como alguém te apontar uma arma"

De Ecoa, em São Paulo

10/04/2021 06h00

Ex-jogador profissional de basquete e poker, escritor e comunicador, Zé Irineu Filho é o convidado do 26º Papo Preto. Ele lançou no final de 2020 o livro "O Homem Sem Malícia", disponível em ebook pela Amazon, primeiro volume de uma trilogia semi-autobiográfica.

Na conversa com o apresentador Yago Rodrigues, Irineu Filho fala sobre sua trajetória e suas experiências em ambientes predominantemente brancos, como a Universidade Mackenzie, onde estudou Educação Física, e o poker profissional.

Vindo de um lar negro empoderado e com alguma condição financeira, ele afirma ter sido incentivado a se tornar aquilo que quisesse ser. "Eu tive a chance de falar 'quero ser jogador de basquete' e comecei a jogar com 13 anos. Dediquei uma grande parte da minha vida a isso", disse (a partir de 7:30 do arquivo acima).

A decisão de cursar uma faculdade veio a partir da falta de perspectiva financeira no basquete profissional. Lá, porém, ele conta que se deparou com um técnico racista — a revolta de ver uns serem favorecidos em detrimento de outros o fez abandonar o esporte.

"Quando você percebe que tem potencial para realizar uma parada em alto nível e alguém te impede pelo motivo da cor e da origem, a frustração é uma coisa que se assemelha a alguém, guardadas as proporções, te apontar uma arma. Você perde qualquer tipo de possibilidade de reação", disse (a partir de 13:08 do arquivo acima).

Depois disso, o autor se encontrou no poker, carreira que o possibilitou uma ascensão financeira, e atualmente se dedica à escrita. "O Homem Sem Malícia" conta a história de Gabriel, personagem que declara ter muito dele mesmo. "É um compilado do que vivi com a raça branca", disse (a partir de 30:07 do arquivo acima).

Papo Preto é um podcast produzido pelo Alma Preta, uma agência de jornalismo com temáticas sociais, em parceria com o UOL Plural, um projeto colaborativo entre o UOL, coletivos e veículos independentes. Novos episódios vão ao ar todas as quartas-feiras.

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Você pode ouvir Papo Preto no canal do UOL no YouTube e nas plataformas de podcast Spotify, Google Podcast, Deezer, Apple Podcast e CastBox.