PUBLICIDADE
Topo

Elza Soares participa de conversa sobre inclusão na Virada Sustentável

Elza Soares fala sobre diversidade e inclusão na Virada Sustentável - Divulgação
Elza Soares fala sobre diversidade e inclusão na Virada Sustentável Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

28/09/2020 12h00

A Virada Sustentável entra na terceira semana de eventos com uma programação intensa sobre inclusão e diversidade. O destaque é para uma conversa com Elza Soares na próxima quarta (30), das 18h às 19h. O bate-papo sobre "A existência e a resistência da mulher negra" será conduzido por Tia Má e terá transmissão ao vivo pelo canal do evento. Para participar é preciso fazer a inscrição pelo site da Virada Sustentável.

A programação do dia começa com o painel "Isolamento e Empreendedorismo - A vida das mulheres na pandemia", às 17h, e se encerra com "Acesso Barrado: onde meu corpo não entra", com participação de Preta Gil, Maya Schneyder, Ivone (Gata de Rodas) e Leonardo Vieira (Memorial da Inclusão) e mediação de Paola Valentina, do Museu da Diversidade Sexual.

A 10ª edição da Virada Sustentável SP ocorre pela primeira vez em modelo híbrido: físico e virtual. A programação gratuita inclui ocupações artísticas pensadas para provocar uma reflexão sobre a sustentabilidade nos dias de hoje; além de experiências nas plataformas virtuais.

Como nos anos anteriores, a ideia é dar visibilidade a iniciativas e debates positivos e inspiradores da cidade de São Paulo, que refletem temas como biodiversidade, cidadania, mobilidade urbana, água, direito à cidade, mudanças climáticas, bem-estar, consumo consciente e economia verde. Os eventos acontecem até o dia 18 de outubro.

A edição paulistana da Virada Sustentável é mais uma vez realizada em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e alinhada aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, agenda de desenvolvimento assinada por mais de 190 países que tem como objetivo determinar o curso global de ações da sociedade, indivíduos e governos, para erradicar pobreza e desigualdade social, promover a saúde e o bem-estar geral, respeito à diversidade, proteger o meio ambiente, enfrentar as mudanças climáticas, entre outros, até 2030.