PUBLICIDADE
Topo

Alunos da USP criam projeto para combater Covid na periferia de São Paulo

Totem de álcool em gel criado pelo projeto Preta.ID - Divulgação
Totem de álcool em gel criado pelo projeto Preta.ID Imagem: Divulgação

Lígia Nogueira

Colaboração para Ecoa, em São Paulo

21/09/2020 13h52

Um grupo de alunos da Faculdade de Medicina da USP desenvolveu um projeto para ajudar a combater a Covid-19 nas periferias. Logo no início da pandemia no Brasil, os estudantes começaram a pensar em soluções que pudessem ser aplicadas em conjunto com a associação de moradores da Comunidade São Remo, ao lado de um dos principais campus da Universidade de São Paulo, na zona oeste da cidade.

Nascia assim o Preta.ID, focado em ações que incluem campanhas de arrecadação financeira, vídeos educativos e a criação de um totem com álcool em gel para a comunidade.

Larissa Alexandre, aluna do segundo ano de Medicina e uma das criadoras do projeto, ao lado de Rafael Marques, do quarto ano de Fisioterapia, conta mais detalhes em entrevista ao "Jornal da USP". "Como estudantes negros periféricos, estamos dos dois lados da ponte, e isso nos oferece um leque muito maior de perspectivas para propormos soluções sustentáveis e realmente eficazes", afirma.

O Preta.ID foi selecionado no edital Doações Emergenciais do Fundo Baobá, dedicado exclusivamente à promoção da equidade racial para a população negra no Brasil. Eles receberam uma verba de R$ 2,5 mil, revertida em doações de kits de higiene e limpeza e uma cartilha para as mais de 70 famílias da comunidade.

Entre outras ações, os estudantes criaram totens de álcool em gel para serem instalados em alguns pontos da comunidade. A iniciativa deu origem a uma startup de promoção de saúde da população preta que está, agora, em busca de investidores e parcerias. A venda dos totens seria uma maneira de viabilizar financeiramente os projetos do Preta.ID.

Saiba mais sobre o Preta.ID: www.instagram.com/preta.id