PUBLICIDADE
Topo

Meio ambiente

Cantora Aurora se junta a artistas brasileiros em festival pela Amazônia

A cantora norueguesa Aurora no palco Axe do Lollapalooza Brasil em 2018 - Mariana Pekin/UOL
A cantora norueguesa Aurora no palco Axe do Lollapalooza Brasil em 2018 Imagem: Mariana Pekin/UOL

Diana Carvalho

De Ecoa, em São Paulo

04/09/2020 04h00

Durante a pandemia de Covid-19, lives viraram febre. A música, com seu poder de mobilização, gerou milhares de doações pelo país. Agora, uma conexão Brasil - Noruega, com shows de artistas da cena independente, tem como missão ajudar povos da Amazônia.

Entre eles, está a cantora norueguesa Aurora, que já criticou em "The Seed" os efeitos da ação humana contra o meio ambiente. "Você não pode comer dinheiro", diz o refrão da letra. Ao lado das brasileiras Nina Oliveira e Agnes Nunes e de conterrâneos como a sensação indie Boy Pablo, Aurora se apresenta no Amazon Alarm, que acontece amanhã (5) com transmissão ao vivo pela internet.

O festival arrecadará fundos para garantir a sobrevivência de comunidades indígenas, que estão sofrendo com o aumento de queimadas e o avanço do coronavírus nas aldeias.

De acordo com o sistema Deter, do Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais), o desmatamento na Amazônia vem crescendo em ritmo alarmante. Entre agosto de 2019 e julho de 2020, alertas apontaram para mais de 9 mil km² devastados, o equivalente a 1.195.454 campos de futebol.

"Os povos que dependem da floresta estão em situação crítica, seja pela violência de invasores, pela pandemia da Covid-19 e agora pela fumaça de queimadas. O festival surge com uma forma de sensibilizar para o que está acontecendo e garantir apoio às comunidades", afirma Rodrigo Gerhardt, coordenador do Greenpeace Brasil, que realiza o festival em parceria com as produtoras Flow e Flake.

Amazon Alarm

Sábado (5), às 15h (Brasil)
www.amazonalarm.com.br

Shows:
Aurora (NOR)
Donavon Frankenreiter (USA)
Boy Pablo (NOR)
Agnes nunes (BRA)
Gard Nilssen & Andre Roligheten (NOR)
Sondre Lerche (NOR)
Charlotte dos Santos (BRA-NOR)
Nina Oliveira (BRA)
Theodoro Nagô (BRA)

Meio ambiente