PUBLICIDADE
Topo

Como educador trabalha para levar a toda Salvador projeto social de Brown

Carlinhos Brown ao lado de jovens do projeto Pracatum, em Salvador - Divulgação/Pracatum
Carlinhos Brown ao lado de jovens do projeto Pracatum, em Salvador Imagem: Divulgação/Pracatum

André Santana

Em Salvador

27/12/2019 04h00

O que Carlinhos Brown, 56, reconhecido cantor, compositor e multi-instrumentista, tem em comum com o educador social Leonardo Oliveira, 31, que não compõe ou toca um instrumento? Além de nascerem no mesmo bairro de Salvador, ambos acreditam que é possível transformar vidas por meio de projetos sociais comunitários.

A dupla nasceu no Candeal, bairro que ficou famoso por ser berço da Timbalada, fundamental movimento percussivo criado por Brown em 1991. Os tios e primos de Oliveira seguiam os ritmos do vizinho, mas ele sentia, desde criança, que não levava jeito para a música. "Tentei tocar percussão, mas vi que não iria para lugar algum, não tinha vocação para a música", lembra. Agora, aos 31, Oliveira desenvolve o seu talento como educador social, compartilhando com jovens o conhecimento adquirido em sua trajetória por projetos sociais no bairro que nasceu.

No início dos anos 2000, o Candeal iniciava uma grande transformação urbanística proporcionada pelo projeto Tá Rebocado, iniciativa de Carlinhos Brown que possibilitou a requalificação dos imóveis populares e das ruas íngremes e enladeiradas, ampliação das redes de esgotamento sanitário, abastecimento de água e eletricidade, drenagem, além da construção de um posto de saúde.

Aos 31 anos, Leonardo desenvolve o seu talento como educador social em Salvador - Arquivo Pessoal
Aos 31 anos, Leonardo desenvolve o seu talento como educador social em Salvador
Imagem: Arquivo Pessoal
"Ocorreu uma grande mobilização comunitária no Candeal tendo como polo aglutinador a música", explica Leonardo. O som dos tambores que conquistavam fãs por onde a Timbalada fazia shows eram disseminados na comunidade por meio de oficinas e cursos oferecidos pela Associação Pracatum Ação Social, organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que realiza programas educacionais, culturais e de desenvolvimento comunitário no bairro desde 1994.

"Estamos num centro de cultura africana e todo esse ensinamento chega a mim. Eu sonhei com esse desejo de educação e de evolução do tambor dando a isso um encaminhamento e uma linguagem", afirma Brown sobre a iniciativa. Em 25 anos de atuação, a Pracatum contabiliza mais de 12.800 moradores atendidos na área de educação, entre crianças, jovens e adultos. O foco é a qualificação profissional para a cadeia produtiva da cultura, principalmente música, mas também gastronomia, moda, idiomas, empreendedorismo, etc.

De tímido a educador social

Após participar de quase todos os cursos oferecidos na Pracatum — menos os exigiam algum talento musical —, Leonardo se tornou educador social da própria organização. Sua história com o projeto começou cedo, em uma oficina de teatro, quando ele tinha 12 anos.

Ministrada pela professora Nelly Ribeiro, a oficina de teatro foi a primeira experiência da Pracatum para além da música e também a primeira formação que rendeu a Leonardo uma enorme transformação pessoal. "A primeira mudança foi na melhoria do meu desempenho na escola. Eu era tímido, não falava e isso prejudicava meu rendimento", afirma.

Com as aulas de teatro, o jovem foi ganhando desenvoltura e segurança para falar em público. Tornou-se monitor de oficinas, depois passou a representar os jovens do bairro em debates e conferências sobre Meio Ambiente e sobre o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), além de viajar ao exterior para apresentar os projetos comunitários do Candeal.

"Antes eu entrava mudo e saía calado dos espaços, depois da Pracatum alguém precisa me fazer parar de falar", brinca o educador, que está desenvolvendo o TCC (Trabalho de Conclusão do Curso) de Serviço Social na Universidade Federal da Bahia. Leonardo será o primeiro de sua família a concluir um curso em uma universidade pública. O interesse em atuar como educador e a escolha pelo Serviço Social foram estimulados nas aulas na Pracatum, já que o jovem passava o dia inteiro na sede da organização em oficinas de informática, fotografia, liderança comunitária, formação em saúde, além de cursos técnicos em áudio e tecnologia.

"Não tenho dúvidas de que sou o resultado do que vivi e aprendi na Pracatum. Passei a observar o mundo de outra forma, a conhecer espaços que eu nunca imaginei poder acessar, como a universidade", afirma Leonardo.

Coligados: para além do Candeal

Pela primeira vez, a tecnologia social criada pela Pracatum no Candeal está sendo socializada para moradores de outras comunidades carentes de Salvador. O projeto Coligados está presente no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador, e atende 120 jovens, de 14 a 24 anos, em situações de vulnerabilidade social extrema, como vendedores ambulantes, moradores de abrigos ou adolescentes com passagens em instituições de atendimento socioeducativo. Durante seis meses, os jovens receberão aulas diárias (segunda a sexta) em uma das formações profissionais: ajudante de padaria, ajudante de pedreiro, moda ou beleza afro.

O interesse de Leonardo em atuar como educador foi estimulado nas aulas da Pracatum - Arquivo Pessoal
O interesse de Leonardo em atuar como educador foi estimulado nas aulas da Pracatum
Imagem: Arquivo Pessoal
São jovens como Joana Kalliane, 15, moradora do bairro da Baixa de Quintas e estudante do oitavo ano da escola pública. "O que mais tenho gostado do curso é a diversidade de conteúdo e de histórias de vida das pessoas que formam a turma", aponta. A estudante escolheu a formação em Beleza Negra, que inclui a temática sobre a conscientização racial e cidadania negra. "Com as técnicas que estou aprendendo, como as tranças nagôs, e o certificado que vou receber, vou conseguir trabalhar com o que gosto", diz, animada.

O curso também oferece aos jovens o transporte e duas alimentações. A equipe que Leonardo Oliveira integra possui, além de outros educadores, psicólogas e assistentes sociais. "Eu me vejo nesses jovens. Eu vim desse espaço e sei como é importante ações como essa. Sempre digo a eles: aproveitem porque essa formação pode garantir a vocês uma melhor qualidade de vida futura", afirma o educador, que é pai do pequeno Noah Oliveira, de um ano e três meses.

Nascidos no Candeal

Leonardo não poupa elogios a Carlinhos Brown. "Mesmo depois do sucesso, ele continua andando pelas ruas do bairro, falando com os moradores e fazendo a barba na mesma barbearia que eu. E ele ainda senta e espera a vez dele", diverte-se. O educador atribui à dedicação do músico aos projetos sociais a nova qualidade de vida que existe hoje no Candeal. "Eu nasci em uma rua que até 1996 ainda tinha casa de taipa. Eram 15 imóveis e dois banheiros externos para atender todas as famílias. Agora o Candeal é um bairro organizado, com posto de saúde, escolas, creches, associação de moradores e baixo índice de criminalidade", garante.

De acordo com os dados fornecidos pela Pracatum, o Candeal possui atualmente cerca de 1.800 famílias, 9.700 pessoas, quatro associações de moradores e 142 empreendimentos comerciais. Além da construção de 114 unidades habitacionais e da melhoria de outras 80 unidades, o projeto Tá Rebocado, que integra a Pracatum, possibilitou a construção de um posto de saúde, a requalificação do campo de futebol, recuperação da fonte de água, praças públicas, quadra de esportes, uma escola de música e tecnologias, quatro estúdios de gravação, uma cooperativa de reciclagem de óleo residual de cozinha, uma escola de inglês e uma escola infantil de período integral.

"Além da mobilização comunitária, do resgate da história e dos talentos locais, a Pracatum gerou uma atenção e um respeito das autoridades da cidade com o bairro", destaca Leonardo, que sonha em ver a tecnologia social da Pracatum multiplicada em mais comunidades de Salvador. "A sociedade precisa é de oportunidades como essa", afirma.

Como ajudar o Projeto Pracatum Entre em contato pelo telefone 071 3276-4255, pelo e-mail comunicacao@pracatum.org.br ou visite a sede da entidade na Rua Paulo Afonso, 295, Candeal de Brotas, Salvador-BA. CEP: 40280-390

Iniciativas que inspiram