PUBLICIDADE
Topo

Milo Araújo

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

7 alimentos que ajudam no pedal

iStock
Imagem: iStock

Milo Araújo

21/05/2021 06h00

Uma alimentação baseada em plantas traz grandes benefícios para praticantes de esportes como o ciclismo. Colaboram no combate do estresse oxidativo induzido pelo exercício e a natureza anti-inflamatória de muitos alimentos vegetais podem ajudar no reparo muscular e na recuperação da força. Ingerir carboidratos, proteínas e antioxidantes é o recomendado para quem pratica ciclismo, seja por esporte, seja por lazer. Dado isso, separei alguns alimentos que são importantes para quem pedala.

Inhame

Além de ser uma ótima fonte de vitamina C, indispensável para nós ciclistas, o inhame é um alimento que melhora o funcionamento do sistema imunológico deixando o corpo mais forte e prevenindo contra doenças virais, mas não é por isso que você vai deixar de tomar vacina!

Castanha-do-pará

Da família das oleaginosas, ela possui inúmeros nutrientes, mas um dos principais presentes na castanha é o selênio, que é muito importante para remover os radicais livres que o corpo produz durante uma longa pedalada. Desta forma, a castanha-do-pará é fundamental para prevenir doenças cardíacas Além disso, tem propriedades anti-inflamatórias, ajudando na recuperação após os exercícios.

Batata Doce

Ciclistas devem incluir em sua alimentação alimentos fonte de carboidratos de médio índice glicêmico como a batata-doce. Se ingerido antes do pedal garantirá doses graduais de energia no organismo. A liberação lenta do açúcar no sangue provocado por elas mantêm o nível glicêmico, que é fonte de combustíveis para os músculos, aumentando assim a disposição.

Espinafre

Quem nunca ouviu de sua mãe que "quem come espinafre fica bem mais forte?" E ela estava correta. Este alimento garante a entrada de mais nutrientes nos nossos músculos, além de eliminar toxinas dos vasos sanguíneos e melhorar a capacidade do nosso corpo de gerar energia. Aumentando a perfusão sanguínea, torna o corpo mais eficiente em utilizar o oxigênio e tudo que auxilie no processo de geração de energia para um bom pedal.

Pasta de Amendoim

Uma ótima fonte de proteínas, a pasta de amendoim ajuda na reconstrução e reparação muscular tornando-se excelente para o pós pedal. A pasta de amendoim (ou creme de amendoim) é produzida a partir do amendoim torrado seco e moído. Ela possui as chamadas "gorduras boas", que são fundamentais como fontes de energia, além de conter minerais como magnésio, ferro e zinco, bem como antioxidantes, vitaminas do complexo B, vitamina E.

Beterraba

Ela possui uma grande quantidade de benefícios, já que é rica em vitaminas, potássio, sódio, fósforo, cálcio, zinco, ferro e manganês. Mas, para o ciclista em específico, o óxido nítrico presente na beterraba é um poderoso dilatador das nossas artérias. Vasos mais dilatados levam mais sangue oxigenado para as células e promovem uma maior oxigenação dos tecidos por todo o organismo. Para nós, ciclistas, aumentar a quantidade de oxigênio nos músculos melhorando o rendimento da pedalada.

Chocolate

O chocolate meio amargo com uma boa quantidade de cacau ajuda no transporte de nutrientes para os músculos, funcionando como um hemodilatador, que promove uma maior oxigenação dos músculos e facilita a eliminação de substâncias tóxicas que podem se acumular no organismo durante a prática das atividades físicas.

Além dos benefícios citados, vale lembrar que ao adquirir o hábito de uma alimentação saudável baseada em plantas, você colabora para um planeta também mais saudável. Vale a pena consultar uma nutricionista que poderá criar um cardápio adequado e personalizado para você.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL