PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Milo Araújo


Milo Araújo

Protesto anti-vacina é protesto anti-saúde

Milo Araújo

Milo Araújo é designer e diretora de arte, pedaleira, caminhadeira e agora escrevedeira. Aprendeu a andar de bike sem as mãos recentemente.

15/09/2020 04h00

Como muitos apontam aqui nos comentários da minha coluna, eu sou uma sonhadora. Não que eu veja problemas nisso, afinal, eu sou mesmo. As sonhadoras e sonhadores são importantíssimos na construção de novos futuros, pois não somos fatalistas. Não nos agarramos ao "que já está aí" e nos permitimos pensar novos caminhos e maneiras diferentes de costurar relações entre a pluralidade imensa de grupos que existe nesse mundão afora. Essa categoria das pessoas que sonham constroem pontes para o futuro, e não as pontes para o futuro igual ao nome do projeto de desenvolvimento de Michel Temer, que nos levou diretamente para uma viagem ao passado. Estamos falando de verdadeiras pontes.

Em linhas gerais, o grupo dos ciclistas podem ser colocado como um grupo de sonhadores. O ciclismo é mais do que um esporte, é um estilo de vida, que uns se envolvem mais, outros menos, e cada um se envolve de uma forma diferente. A bicicleta não foi criada inicialmente para disputas esportivas. Sua função era de teor recreativo e de mobilidade. Ou seja, a bicicleta já nasce com os valores da alegria, do movimento, e de conectar e transportar as pessoas.

Claro que nenhum grupo é homogêneo, e o dos ciclistas não seria diferente. Porém, existem anomalias que destoam demais da conta. Pra mim, não faz sentido nenhum ciclistas que não pensem acessibilidade e acesso à cidade, que não se importam com pautas sociais e que não estejam comprometidos com a saúde e com verdades científicas. Vamos combinar que bicicleta e saúde são duas pautas que andam juntíssimas. Ninguém pode me acusar de forçar a barra nesta afirmação. Pois bem.

No último feriado de 7 de Setembro, em Curitiba, rolou um protesto bastante curioso, do ponto de vista da psicologia. Mesmo com um total de 0 indícios que o medicamento Cloroquina funcione no tratamento de Covid-19, um grupo se reuniu para mostrar sua insatisfação com a ideia da vacinação, independente da quantidade de testes e estudos que comprovem a eficácia das vacinas. Abaixo vídeo do "protesto", captado pelo jornalista Eduardo Matysiak:

bizarro vídeo Eduardo Matysiak

Uma publicação compartilhada por Eduardo Matysiak (@edumatysiakfoto) em

No vídeo, vemos um homem usando uma vestimenta de ciclismo liderando a movimentação anti-vacina. Bom, como eu já coloquei anteriormente, a classe dos ciclistas é profundamente comprometida com a saúde e com a verdade científica, e veementemente contra desinformação e notícias falsas de qualquer natureza. Portanto, me deixa chateada ver essa figura aí, esbravejando maluquices depois de desmontar sua bicicleta. Pois certamente este homem não nos representa. Pense bem, toda prática é política, quer você queira ou não. Portanto, procure ser coerente. Se você é pró ciclismo, seja o esportivo ou o urbano, e tudo o que ele representa, não dá pra ser anti-saúde pública. Não apoie desinformação e medicamentos propagandeados tolamente. Você é mais esperto do que isso.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Milo Araújo