PUBLICIDADE
Topo

A importância de intensificar uma rotina de estudos

Débora Garofalo

Com foco em educação criativa, traz dicas e insights sobre como driblar obstáculos de falta de estrutura, tempo e material para encantar alunos e alunas na sala de aula

27/05/2020 04h00

O isolamento social nos impôs muitos desafios, mudanças e transformações diárias. Logo quando que teve início, muitos Estados anteciparam férias e recessos escolares para avaliar o período e planejar ações e organizar o retorno às aulas.

Estamos desde março em isolamento social e aprendemos algumas lições durante esse período: as aulas mediadas por tecnologia, planejamento, formação docente, orientação e apoio aos familiares, além do cuidado necessário com as dificuldades de cada aluno.

Para que jovens e crianças possam aproveitar ainda mais os estudos, é necessário criar uma rotina durante essa situação emergencial.

Para replicar

É necessário que o professor em sua aula e ou em sua comunicação oriente como criar uma rotina de estudos eficaz. Serão muitos desafios, mas é necessário criar uma cultura e envolver os estudantes em ações para que possam intervir de maneira ativa no processo de aprendizagem.

Rotina de estudos

É importante que o professor dedique um tempo para conversar com os estudantes e os familiares sobre a rotina de estudos, ajudando a compreender sua importância e como realizar uma rotina diária em casa. Promover reflexões e realizar exercícios, não só ajudará o momento, mas o futuro projeto de vida dos estudantes.

Nesse diálogo, é importante mostrar a importância de manter um horário dedicado aos estudos, como organizar, qual o tempo necessário para dedicação, horários das aulas, conversa sobre o intervalo, conversa sobre cyberbullying, internet segura, entre outros.

Durante as aulas vale também reavaliar a proposta pedagógica e as atividades propostas, diminuindo o impacto de muitas horas em frente ao computador.

A rubrica pode ajudar neste momento. Criar critérios para ajudar os estudantes a compreender onde estão e onde querem chegar, conforme exemplo abaixo.

Debora tabela - Reprodução  - Reprodução
Imagem: Reprodução

Dessa maneira, o estudante poderá compreender onde está e os esforços necessários para chegar ao seu objetivo, ao mesmo tempo que ele estará se autoavaliando e sendo responsável por participar do processo de aprendizagem. Por isso, a importância destas ações serem construídas de maneira coletiva com os atores da educação.

Um abraço carinhoso e até a próxima semana.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.