Topo

Receitas


Cientistas produzem vodca artesanal em área de exclusão de Chernobyl

Vodca Atomik - Divulgação
Vodca Atomik Imagem: Divulgação

Desde que ganhou série na HBO, Chernobyl voltou às rodas de conversa no mundo todo. Desta vez, o acidente nuclear na região ucraniana promete estar presente até no papo de bar. Cientistas da University of Portsmouth (Inglaterra) elaboraram a Atomik, uma vodca artesanal produzida na área de exclusão de 2,6 mil km².

O professor Jim Smith garante que a bebida é livre de radiação e foi desenvolvida após três anos de estudo nos campos isolados da região devastada pela explosão dos reatores da usina nuclear em 25 e 26 de abril de 1986. A intenção, segundo o acadêmico, é produzir a Atomik em maior escala e reverter 75% dos lucros para benefício da comunidade mais afetada pelo acidente..

De acordo com o estudioso, a destilação conseguiu eliminar a radiação dos grãos utilizados. Na bebida há somente presença de carbono 14 nos mesmos níveis que qualquer outro destilado.

O governo local recebeu a novidade com otimismo. Oleg Nasvit, chefe da agência de administração da zona de exclusão, não só celebrou o apoio à comunidade, como disse ter gostado muito da vodca - que utilizou métodos ucranianos de destilação.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do informado, a área de exclusão de Cherbobyl é de 2,6 mil km quadrados.

Mais Receitas