PUBLICIDADE

Topo

Receitas


Descubra combinações de tempero para animar os prato do dia-a-dia

Getty Images
Imagem: Getty Images

Do UOL

28/11/2017 16h07

Tem horas que só sal e pimenta já resolvem para realçar o gosto natural da comida - e tem horas em que é preciso apelar para outros tipos de temperos. Sabendo combinar bem, é possível dar vida nova para qualquer tipo de alimento: das batatas cozidas até mesmo a carnes e peixes no churrasco. Confira abaixo algumas misturas caseiras para dar um toque novo no seu menu. 

Chilli

A mistura bem apimentada, em geral associada à comida mexicana ou tex-mex, pode ser feita com pimenta caiena, pimenta preta e sementes de coentro e cominho - a dose de cada ingrediente depende do seu paladar. Toste tudo levemente em uma frigideira seca até que os condimentos soltem seu perfume. Depois, o céu (e a sua tolerância à pimenta) é o limite para usar. Vale até mesmo colocar no coquetel para um toque, digamos, mais incendiário. 

Cinco Especiarias

É um dos temperos básicos da culinária chinesa tradicional, e fica bem em refogados e em carnes como porco e aves - e também como tempero na farinha na hora de empanar bolinhos ou bifes, ou ainda como um toque especial para vegetais cozidos ou assados. A mistura é composta de pimenta de Sichuan (pode ser substituída por pimenta-preta), anis estrelado, cravos-da-índia, canela em pau e funcho. 

Za'atar

Mistura de especiarias encontrada por todo o Oriente Médio, é tradicionalmente feita com tomilho, orégano, manjerona, gergelim torrado e sumagre (condimento típico da região). Consumido com pão e azeite, ele também pode usado para temperar carnes e peixes, ou ainda em saladas. Batatas assadas, recheadas com creme azedo e um pouco de za'atar por cima é a combinação que dá um toque de glamour em um jantar aparentemente sem graça. 

Chimichurri

Tradicional na Argentina e no Uruguai, trata-se de uma mistura para marinar carnes à base de coentro, pimenta, alho, cebola, tomilho, orégano, vinagre e azeite de oliva. A receita tem suas variações - há quem inclua manjericão ou suco de limão na mistura. Junto com linguiça e pão, é parte do Choripan, o sanduíche favorito dos portenhos. O molho também fica muito bom com batatas assadas ou até na torrada, servido como um patê. 

Harissa

Para quem realmente gosta de algo picante à mesa, experimente a Harissa. A base de temperos, de origem tunisiana e muito consumida em países como Argélia e Marrocos, é feita com pimentas, coentro, menta, páprica e cominho, entre outros itens. Servida na forma de pasta e acompanhante fiel do famoso cuscuz marroquino, ela também fica boa com vegetais grelhados, na salada e até como marinada para frangos e peixes (misture com iogurte para resultados realmente saborosos).

Canela

Já pensou em misturar canela na carne moída? Pois os dois ingredientes combinam bem. Alguns pratos da culinária grega, por exemplo, utilizam a combinação inusitada para dar um toque mais doce para o refogado - é o caso, por exemplo, da moussaka, à base de berinjela. Vale também incluir na marinada de carnes - uma colher de chá com shoyu pode dar um novo toque em assados. 

Receitas