PUBLICIDADE

Topo

Receitas


Ícone da Itália, queijo pecorino terá novas versões para ganhar o mundo

O tradicional queijo pecorino romano - 	Getty Images
O tradicional queijo pecorino romano Imagem: Getty Images

09/01/2020 15h16

O consórcio de produtores do queijo pecorino romano anunciou nesta semana a criação de três novas versões para ampliar a presença no mercado internacional de um dos ícones da gastronomia italiana.

Feito com leite de ovelha ("pecora", em italiano), o pecorino romano é produzido na região do Lazio, onde fica a capital Roma, mas também na ilha da Sardenha e na província de Grosseto, na Toscana.

Segundo o Consorzio Pecorino Romano, as três novas tipologias se chamarão "Extra", com baixo teor de sal; "Riserva", com cura de pelo menos 14 meses; e "Montagna".

Mercado cada vez mais difícil

O queijo é um dos alvos das sobretaxas alfandegárias de 25% impostas pelos Estados Unidos contra produtos europeus em outubro de 2019, e agora seus fabricantes buscam maneiras de ampliar o mercado para compensar as novas tarifas.

Além disso, os produtores passaram boa parte de 2019 brigando com pastores por causa do preço do leite de ovelha e encontraram na diversificação a saída para a crise.

"Não haverá mais apenas uma referência, indistinta. Serão introduzidos elementos qualitativos que diferenciarão o produto e nos permitirão afirmar-nos em mercados completamente novos ou apenas parcialmente explorados", disse o presidente do consórcio, Salvatore Palitta.

Segundo ele, um dos objetivos é ampliar a venda direta para o consumidor final. O pecorino romano é caracterizado pelo sabor salgado e está presente em alguns dos pratos mais famosos da culinária italiana, como o macarrão à carbonara.

Receitas