Guerra na Ucrânia: Soldado russo é julgado na Ucrânia por crimes de guerra

AFP

19/05/2022 10h21

O primeiro soldado russo julgado na Ucrânia por crimes de guerra pediu perdão nesta quinta-feira. Na véspera, Vadim Shishimarin, de 21 anos, admitiu ter matado um civil.

"Eu me declaro culpado. Sei que você não vai conseguir me perdoar, mas assim mesmo peço seu perdão por tudo que fiz". Essas foram as palavras do soldado russo Vadim Shishimarin à viúva de um civil ucraniano de 62 anos que ele admitiu ter matado.

Comunicar erro