PUBLICIDADE
Topo

Confirmada no Brasil e na Argentina, nova Ford Ranger faz primeira aparição

Paula Gama

Colaboração para o UOL

09/09/2021 11h27Atualizada em 09/09/2021 14h40

Poucos dias após confirmar que a nova geração da Ranger será fabricada na Argentina e lançada no Brasil, a Ford divulga o primeiro vídeo oficial da nova geração da picape e marca uma apresentação sem disfarces para o fim deste ano. O modelo será fabricado no país vizinho a partir de 2023.

O vídeo oficial mostra unidades de teste da picape camufladas em pistas na Austrália e na Nova Zelândia, onde fica o principal centro de desenvolvimento de picapes da Ford. O veículo é posto à prova em diferentes tipos de terreno, com lama, areia, neve, pedras e trechos off-road.

O vídeo também mostra imagens da Ranger com cabine dupla - Reprodução/Ford - Reprodução/Ford
O vídeo também mostra imagens da Ranger com cabine dupla
Imagem: Reprodução/Ford

Apesar de começar a ser produzida na Argentina somente em 2023, a partir do ano que vem a produção será iniciada na África do Sul e na Tailândia.

"Adotando credenciais off-road superiores e o DNA de direção dinâmica da Ford, desenvolvemos a picape Ranger mais resistente, capaz e conectada até hoje, pensando no cliente. A próxima geração da Ranger será a companheira ideal para trabalho, família e lazer. Temos o prazer de apresentar a nova geração da Ranger altamente capaz em seu habitat natural ", diz a montadora do logotipo oval azul.

O que esperar da nova Ranger 2023

Apesar de camuflada, dianteira da nova geração da Ranger lembra a F-150 - Divulgação - Divulgação
Apesar de camuflada, dianteira da nova geração da Ranger lembra a F-150
Imagem: Divulgação

Nas imagens, a Ranger aparece camuflada, mas é possível perceber um design com influências da nova Ford F-150. Não há nenhuma especificação sobre a mecânica do veículo, mas dois motores estão na lista de opções: um 2.0 turbodiesel de quatro cilindros, que entrega 213 cv de potência e 50,9 kgfm de torque; e, nas versões topo de linha, um V6 3.0 turbodiesel de 253 cv e 61,1 kgfm de potência e torque máximos. Trata-se do mesmo conjunto utilizado na F-150.

Quando o assunto é conectividade, a Ford promete muito esmero. Entre os itens esperados, está uma imensa tela para a central multimídia, na vertical, semelhante às utilizadas pela Fiat na Toro e pela Volvo no XC60. Também haverá um pacote robusto de tecnologias semiautônomas.

A plataforma Ford Ranger será compartilhada com a Volkswagen e utilizada na concepção da próxima geração da Amarok, a ser produzida na África do Sul. Também são aguardadas no Brasil a Ford Maverick, futura rival da Toro, e a própria F-150.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.