PUBLICIDADE
Topo

Mercedes-Benz GLC: versão a diesel traz autonomia, mas aperta no bolso

24/08/2021 04h00

A versão de entrada do Mercedes-Benz GLC no Brasil tem um ótimo argumento para convencer os clientes: o motor a diesel. O modelo é um dos únicos de sua categoria, que inclui Audi Q5, BMW X3 e Volvo XC60, a trazer esse tipo de propulsor.

A grande vantagem do GLC 220d ante a concorrência é autonomia. Por outro lado, o SUV sai por quase R$ 500 mil, bem acima do cobrado pelos rivais. Vale a pena? A repórter Rafaela Borges conta os detalhes.