PUBLICIDADE
Topo

Agora Nasa vem: Fusca Veloster mostra até onde vai criatividade brasileira

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/08/2021 04h00

Se você digitar "agora a Nasa vem" no Google, verá memes de projetos criativos feitos no Brasil que, na avaliação dos internautas, poderiam ser objeto de estudo da agência espacial norte-americana.

Uma iniciativa que viralizou é a transformação de um Volkswagen Fusca, que ganhou a característica mais famosa do Hyundai Veloster: a terceira porta no lado do passageiro, para facilitar o embarque de quem viaja no banco traseiro.

Menor do que as demais, essa porta adicional não é uma exclusividade do hatch com estilo de cupê da marca sul-coreana, que já foi vendido aqui. A geração anterior da Fiat Strada tinha configuração semelhante, também vista em unidades mais antigas da Ford Ranger.

No caso do "Fusca Veloster", não conseguimos identificar quando ou onde a gravação foi realizada. Dá para constatar, no entanto, que o carro está em uma oficina e, na ocasião do registro, o trabalho ainda estava em andamento.

A terceira porta instalada no clássico da Volkswagen segue a mesma configuração adotada pela Strada: como não há uma coluna central, ela é aberta no sentido oposto e o respectivo trinco encaixa na porta dianteira - que deve ser aberta primeiro.

Além disso, o vidro da porta de trás é original do carro e não bascula, tampouco sobe ou desce.

Ontem, uma publicação do vídeo no Facebook já tinha mais de 5,5 mil interações e de 750 comentários. Como de costume, muitos elogios dividem espaço com críticas.

"Ficou muito dez. Agora a Nasa vem ao Brasil!", diz um internauta.

"O acabamento na porta traseira do passageiro ficou top demaaais! Teria um, sem sombra de dúvida", comenta outro.

"Já pode trabalhar na Nasa", opina uma terceira pessoa.

Por sua vez, um quarto internauta avalia que a modificação teria deixado o carro mais inseguro.

"Tirou a coluna no lado do passageiro? Acabou com a carroceria do Fusca", opinou. Não sabemos se houve reforço estrutural no chassi para compensar a ausência da referida coluna.

Mais interessante ainda é constatar que a porta adicional não é a única alteração feita no "Fusca Veloster". Na verdade, todas as portas originais do carro foram mexidas.

O capô e a tampa do motor, por exemplo, deixaram de ser abertos para cima, como é o padrão, e receberam dobradiças e trinco laterais. Já a porta do motorista passou a ser aberta no sentido contrário, adotando o estilo "suicida".

E você, gostou do "Fusca Veloster"? Faria o mesmo com o seu ou acha que isso seria "estragar" o veículo? Deixe sua opinião.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.