PUBLICIDADE
Topo

Benê Gomes

Chevrolet Spin é salvação para quem procura minivan 'barata' de 7 lugares

Benê Gomes

Colunista do UOL

21/11/2020 04h00

A Chevrolet Spin recebeu novos equipamentos e algumas alterações estéticas para a linha 2021. Mas calma, porque ainda se trata de uma nova geração com motor turbo ou coisa assim, como muitos chegaram a comentar. Mas a minivan - agora apresentada pela Chevrolet como um crossover - foi reforçada, em especial, no quesito segurança.

A nova lista traz controles eletrônicos de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa e alerta de não afivelamento do cinto do passageiro como itens de séria em todas as versões. Mas o ponto indiscutível e que segue como grande apelo da Spin é o fato de ser praticamente a única opção em nosso mercado para quem procura uma minivan com versões de cinco ou sete lugares e com preço na faixa dos R$ 100 mil.

No entanto, como a plataforma não foi renovada, é indisfarçável a idade do projeto do carro, onde entram alguns desconfortos já conhecidos, como a posição do motorista. Quem assume o volante é obrigado a ficar numa condição mais alta, o assento é curto e não apoia bem as pernas.

Enfim, uma situação que fica pior para quem mede mais de 1,80 m. Aliás, no banco traseiro, os passageiros também ficam em condição mais alta, naquele efeito teatro, mas isso é algo que faz parte do projeto do carro e que garante visão mais agradável para quem senta atrás, é verdade.

No caso da versão Activ7 - que tivemos contato para essa avaliação - a situação é mais positiva, com acabamento melhor, com direito a detalhes em amarelo nas costuras dos bancos e do volante revestido em couro - o que dá um ar geral de maior refinamento. No mais, as alterações da linha 2021 foram estéticas, com pequenas mudanças na grade dianteira, molduras laterais, estribos, rack de teto e a gravatinha pintada em preto.

Para acelerar, a Spin segue com o motor o 1.8 de 8 válvulas flex que rende 111 cavalos de potência com etanol. Velho conhecido, mas que na linha 2021 da Spin ganhou a companhia da nova geração da transmissão automática de seis velocidades, a mesma usada na linha Onix.

Esse um detalhe que traz uma boa ajuda para a minivam, que na média não oferece respostas super ágeis, mas o conjunto trabalha direitinho dentro da proposta do carro e cumpre ainda o compromisso de consumo melhor em relação ao antigo.

Com gasolina no tanque e andando na estrada, dá pra alcançar tranquilo a média de 12 Km/l. Agora, é inegável que a Spin daria um salto considerável em desempenho e, principalmente, de satisfação para quem dirige, caso utilizasse um dos novos e modernos motores disponíveis no SUV Tracker. Mas isso, claro, é só uma questão de tempo e faz parte da estratégia da Chevrolet para os próximos modelos que pretende lançar por aqui.

Preço sugerido Chevrolet Spin 1.8 Activ7: R$ 103.790