PUBLICIDADE
Topo

Chevrolet Tracker LT 1.0 tem bom conjunto, mas custa R$ 500 a menos que versão 1.2

Do UOL, em São Paulo (SP)

06/07/2020 22h11

Lançar um SUV com motor 1.0 era improvável até 2019, Até então, apenas a Ford havia apostado nesta fórmula com o EcoSport Supercharger, que até entregava bons 95 cv, mas se aproximava muito do modelo 1.6 em preço e desempenho.

Desde o ano passado o cenário mudou: primeiro foi a Volkswagen que trouxe o bom motor turbinado de 1-litro ao T-Cross. Neste ano, foi a vez da Chevrolet apostar na receita com as versões mais baratas do Tracker.

Aplicado com sucesso nos novos Onix e Onix Plus, o motor de três cilindros é aplicado nas configurações de entrada (que se chama simplesmente 1.0 turbo) e LT do Tracker. No caso da segunda configuração, porém, a diferença para o degrau de cima (leia-se motor 1.2) é de meros R$ 500. Ai a dúvida é inevitável: vale a pena economizar (pouco) para levar o Tracker LT para casa?

Confira mais sobre o Tracker LT na nossa avaliação!