UOL Carros

19/10/2009 - 09h51

Fábrica espanhola da Opel rejeita plano da Magna e anuncia greve

Em Figueruelas (Espanha)
O comitê de empresa da fábrica da Opel em Figueruelas, na Espanha, rejeitou por unanimidade o plano proposto pela canadense Magna para a unidade espanhola do braço europeu da General Motors, porque o consideram insuficiente, e anunciou que convocarão uma greve.

Assim afirmou o presidente do comitê de empresa, José Juan Arceiz, após o fim da reunião na qual analisaram a mais recente proposta de Magna, que inclui a demissão de cerca de 1,35 mil trabalhadores e a transferência de parte da produção para a fábrica de Eisenach, na Alemanha.

O comitê de empresa reconhece que houve avanços, especialmente com o volume de produção a longo prazo da unidade, mas não são suficientes, disse Arceiz.

O órgão se reunirá na terça-feira para fixar um calendário de dias de greve, porque a mesa desta negociação está "bloqueada" e é necessário dar "um empurrão de força" para ver se é possível "arrancar algo", acrescentou o presidente.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES