UOL Carros

18/12/2008 - 11h30

GM e Chrysler retomam discussões para fusão

Em Washignton
As montadoras americanas General Motors (GM) e Chrysler, que passam por graves dificuldades financeiras e viram naufragar a proposta de ajuda de US$ 14 bilhões do governo dos Estados Unidos após um impasse no Senado, retomaram as conversas sobre a possibilidade de uma fusão, informa o "Wall Street Journal".

"General Motors e Chrysler reabriram as negociações de fusão, já que o proprietário da Chrysler, o fundo Cerberus, deu mostras de seu desejo de renunciar à participação na empresa", afirma o jornal.

Com problemas sérios de caixa e excesso de estoque nos pátios, a Chrysler anunciou que vai estender o tradicional recesso de fim de ano até o dia 19 de janeiro, prazo de uma a duas semanas maior que o anunciado pela Ford, outra gigante do setor que se encontra em dificuldades.

"Com a liquidez dos dois grupos no ponto mais baixo, o Cerberus tomou a iniciativa de retomar as negociações que foram interrompidas há apenas algumas semanas", acrescenta o WSJ.

Apesar da possibilidade de fusão ser objeto de várias especulações há algumas semanas, a GM informou no início de novembro que descartava a possibilidade de uma aquisição, por considerar mais urgentes seus problemas de caixa.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES