UOL Carros

07/08/2009 - 14h41

GM vê aumento de 27% em vendas e já planeja 30 novos modelos para China

Da Redação, com agências internacionais
A montadora americana General Motors (GM) espera obter 27% de crescimento em vendas na China este ano, em parte ajudada por uma renovação de estrutura, disse um executivo sênior da companhia. Com expansão de vendas no país desde fevereiro, e que devem chegar a 1,4 milhões de veículos este ano, a montadora já anunciou que planeja lançar 30 modelos novos ou renovados na China até 2014.

"Temos trabalhado rapidamente na China para tirar partido do mercado. Tivemos o melhor julho da história na China", disse Johan Willems, vice-presidente da GMIO, nova marca da GM para suas operações internacionais, em entrevista à imprensa na quinta-feira.

De acordo com a agência Automotive News, as vendas de veículos da GM na China cresceram 78% em julho, para 144.593 unidades, na comparação com o ano anterior. De janeiro a julho, a produção automobilística de Detroit vendeu 959.035 unidades no país, alta de 42,8% em relação a 2008. Willens afirmou que hoje a GM responde por 13,4% do mercado chinês.

A GMIO, que substitui antigos centros regionais na Europa, Ásia e América Latina, deve responder por pelo menos 60 a 70% de suas vendas mundiais.

Nos últimos anos, a GM tem ultrapassado a Volkswagen AG, até então o maior vendedor de veículos estrangeiros na China, com a ajuda da SAIC-GM-Wuling, junção da GM com as locais Shanghai Automotive Industry Corp e Liuzhou Wuling Automobile. A Wuling controla cerca de 50% por cento do mercado de minivans chinês.

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES