UOL Carros

17/03/2008 - 21h36

Cross Bones apela aos 'harleiros' saudosistas

Da Infomoto
Essa é para os saudosistas de plantão e fãs da Harley-Davidson espalhados pelo mundo. A centenária marca norte-americana acaba de lançar nos Estados Unidos seu novo modelo, a Softail Cross Bones (FLSTSB). Dona de um estilo único, essa moto reúne o desenho clássico dos modelos old school da década de 40 e 50, sem deixar de lado características mais atuais.

Embora seja um lançamento, o objetivo da Harley-Davidson com a Cross Bones foi resgatar todo o glamour das motocicletas mais antigas da marca. O resultado disso está na aparência e no estilo do modelo. A receita têm tudo para agradar aos clientes mais fanáticos da grife americana que curtem um visual diferenciado.
Divulgação

Por ora, ops fãs da marca Harley-Davidson precisam manter a calma: ainda não há previsão de venda da nova Cross Bones no Brasil


Na dianteira da Cross Bones chama a atenção o pneu do tipo balão, mais rechonchudo, montado numa roda raiada aro 16. Outro destaque está no garfo, com suspensão Springer (estilingue), que deixa à mostra as molas e os braços oscilantes do amortecedor, muito comum entre os modelos da década de 40 e 50. E um detalhe interessante é o guidão alongado, que reforça ainda mais o apelo old school da moto.

MAIS DA CROSS BONES
Divulgação
Motor tem é um dois cilindros em "V", Twin Cam 96B de 1.584 cm³
Crédito
Velocímetro fica acoplado ao tanque de gasolina, que leva 18,9 litros
O painel de instrumentos é simples e conta com o velocímetro fixado no tanque de combustível (18,9 litros de capacidade), além de informações do hodômetro e parte elétrica. Ainda no tanque há um pequeno enfeite trançado em couro, que deve agradar aos "harleiros" de carteirinha. O assento do piloto é ajustável em dois níveis de altura -- e no melhor estilo sela. A traseira segue sem muitos chamarizes, e tem como único destaque o desenho do pára-lamas, com traços mais atuais que o restante do conjunto. O peso a seco do modelo é de 317,5 kg.

Motor e ciclística
A moto é equipada com motor de dois cilindros em "V", Twin Cam 96B de 1.584 cm³ e arrefecido a ar. O propulsor recebeu pequenas alterações estéticas, como a aplicação de tinta epóxi na cor preta em alguns de seus componentes. O resultado é um visual diferenciado, sem os famosos cromados, marca registrada da montadora. O sistema de injeção é o já conhecido ESPFI (Electronic Sequential Port Fuel Injection), utilizado em outros modelos da marca. Infelizmente a potência não é divulgada pela fabricante -- no entanto, a empresa garante que a Cross Bones tem um bom desempenho. O câmbio é de seis velocidades, com a transmissão final feita por correia dentada.

Na parte ciclística a nova moto da Harley-Davidson deixa ainda mais claro seu estilo anos 50. A suspensão dianteira é Springer, com curso de 96,5 mm; já na traseira, o conjunto usa dois amortecedores presos horizontalmente sob a moto (109,2 mm de curso). Os freios são de disco simples na frente e atrás, com medida de 292 mm. O quadro é tubular em aço com acabamento na cor preta (assim como a maioria dos acessórios da moto).

Disponível em seis cores, a nova Cross Bones é a aposta da Harley-Davidson para o mercado mundial. Não há uma definição de importação do modelo para o Brasil, segundo informa o representante da marca: por enquanto a novidade estará disponível apenas para o mercado norte-americano.

(por Murillo Ghigonetto)

Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES