UOL Carros

22/02/2008 - 20h24

Veja como ter segurança no off-road motociclístico

Da Infomoto
O mercado off-road está em franca expansão. Tanto que, em 2007, Honda e Yamaha lançaram seus modelos fora-de-estrada: CRF 230F e linha TT-R de 125 e 230 cc. Sem falar nos inúmeros modelos de quadriciclos que chegaram ao país.

Há muitos grupos de motociclistas que buscam aventura, liberdade e um estreito contato com a natureza. Para os primeiros passos nas trilhas fechadas ou num passeio off-road, alguns cuidados são fundamentais.

PRODUTOS PARA SEGURANÇA
Divulgação
Com proteção rígida de PU, a luva Octane é ventilada na parte superior e tem a palma da mão reforçada. Preço a partir de R$ 170.
Divulgação
Desenvolvido para maior segurança e conforto do piloto, o produto é feito em polipropileno, oferecendo maior mais rigidez às peças injetadas. O colete T-Rex está disponível nas cores: amarelo, azul escuro, branco, cinza, preto e vermelho. Preço, a partir de R$ 160.
Divulgação
Fabricado em tecido ventilado com proteções em polipropileno, com três camadas de espuma em densidades diferentes, lycra e borracha, o colete Defender Hebo começa em R$ 860.
Divulgação
Com inovador sistema de ventilação lateral, o capacete Fox V2 Sin City tem múltiplos canais de ar, que mantém a face mais ventilada. Sua viseira conta com parafusos laterais em alumínio para fácil ajuste. Preço a partir de R$ 670.
Divulgação
Ideal para tamanhos médios de rosto, os óculos Smith Intake Sweat-X têm áreas ventiladas que trazem conforto. Tem espuma hipoalergênica e tira com aplicação de silicone. Preço a partir de R$ 140.
Divulgação
Modelo top de linha, bota Tech 10 da Alpinestars conta com estrutura biomecânica, que oferece sustentação e segurança. Traz ainda sapatilha interna perfurada, lavável e substituível. A partir de R$ 2.100.
Confira dicas de equipamentos, manutenção preventiva e de como obter melhor rendimento de sua motocicleta. E um detalhe: não encare a compra de equipamentos como gasto, mas sim um investimento em sua segurança.

"Uma boa trilha começa quando acaba outra, já que as revisões preventivas se iniciam logo que a moto deixa a lama", explica Celso Renato, chefe da equipe IMOCX Racing e criador da Trail Trip, empresa que organiza passeios fora-de-estrada.

Segundo o experiente trilheiro, é importante verificar se há pontos de vazamento, como, por exemplo, nas juntas do motor ou nas suspensões. Confira também o desgaste do kit de transmissão (corrente, coroa e pinhão). Não esqueça de limpar o filtro de ar.

Para concluir, explica Celsinho, "confira os rolamentos da roda e também da caixa de direção, e o óleo das suspensões". Não se esqueça de fazer a lubrificação geral da moto (corrente, cabos e manetes).

Dicas de calibragem
Não faça economia neste quesito. Pneus em boas condições são fundamentais para um passeio tranqüilo. Não esqueça: o pneu dianteiro é o responsável pela direção da moto. Por isso, sempre é aconselhável rodar com um pneu novo, de preferência de borracha macia (soft).

A melhor configuração para se praticar o off-road é pneu macio na dianteira e médio na traseira. Outro erro que acontece com bastante freqüência é baixar a calibragem dos pneus. Com baixa calibragem e piso seco, os pneus ficam mais vulneráveis a furos. Como o objetivo é melhorar a aderência, o ideal é deixar ambos os pneus com 18 libras. Em piso molhado e escorregadio, 14 libras está de bom tamanho.

Nas trilhas, os mais precavidos levam ainda uma câmara sobressalente, emenda para corrente, um pedaço de arame fino e algumas ferramentas. O telefone celular também é uma boa pedida. Outra boa dica de segurança é nunca fazer uma trilha sozinho.

Equipamentos de segurança
Como o piloto estará sempre exposto, os equipamentos de segurança são fundamentais. Hoje, o trilheiro de final de semana ou os pilotos profissionais têm inúmeras opções no mercado.

"Para começar, utilize capacete específico para o off-road, além de óculos de proteção e roupas apropriadas (feitas com tecidos resistentes). Bota de cano alto, joelheira, cotoveleira e luva também são indispensáveis", explica Celsinho.

Segundo o moto-aventureiro, evite colocar o colete (ou conjuntos integrais) por cima da camiseta. "A probabilidade do piloto se enroscar em algum galho é grande", completa. Ele ainda diz que, para uma maior segurança, joelheira articulada e protetor de pescoço também podem ser usados. (por Aldo Tizzani)

caio Mattos/Infomoto

Uma dica de segurança é nunca partir sozinho para o off-road


Compartilhe:

    Fale com UOL Carros

    SALOES