PUBLICIDADE
Topo

Tesla faz recall global de um terço de carros produzidos até hoje

Linha do Tesla Model 3 na China - REUTERS/Aly Song
Linha do Tesla Model 3 na China Imagem: REUTERS/Aly Song

12/01/2022 16h09

A Tesla está fazendo um recall de mais de 475 mil unidades do Model 3 e Model S para resolver problemas na câmera retrovisora e no porta-malas que aumentam o risco de acidentes, de acordo com o órgão regulador de segurança de trânsito dos EUA - a Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário (NHTSA).

Os anos dos modelos afetados no recall variam de 2014 a 2021, e o número total de veículos em recall é quase equivalente ao meio milhão de veículos que a Tesla entregou no ano passado. Cerca de 200 mil veículos Tesla serão recolhidos na China, de acordo com o órgão regulador do país.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Ao todo, o fabricante de veículos elétricos dos EUA está fazendo o recall de 356.309 veículos Model 3 (2017-2020) para resolver problemas da câmera retrovisora e de 119.009 veículos Modelo S devido a problemas no capô dianteiro.

Para o Model 3, "o chicote de cabos da câmera retrovisora pode ser danificado pela abertura e fechamento da tampa do porta-malas, impedindo a exibição da imagem da câmera retrovisora", disse a NHTSA.

A Tesla identificou 2.301 reclamações de garantia e 601 relatos de campo relacionados ao problema para veículos dos EUA.

Para veículos Model S, problemas de travas podem fazer com que o porta-malas se abra "sem aviso e obstrua a visibilidade do motorista, aumentando o risco de colisão", disse Tesla.

A Tesla disse que não estava ciente de nenhum acidente, ferimento ou morte relacionado aos problemas citados no recall dos carros Model 3 e Model S, disse a NHTSA.

O regulador de mercado da China disse que a Tesla fará o recall de cerca de 200.000 veículos no país, incluindo 19.697 Model S importados S, 35.836 Model 3 importados e 144.208 Model 3 fabricados na China.

A Tesla está fazendo o recall desses carros elétricos produzidos entre 2015 e 2020 devido a possíveis riscos de segurança, como a abertura repentina da tampa do porta-malas em movimento, segundo fontes chinesas.

A NHTSA já conversava com a Tesla sobre problemas com câmeras de visão lateral em alguns veículos.

A CNBC relatou que a Tesla estava substituindo câmeras repetidoras com defeito nos para-lamas dianteiros de alguns veículos feitos nos EUA sem fazer o recall das peças.

A NHTSA tem investigado 580.000 veículos Tesla sobre a decisão da montadora de permitir que games sejam jogados nas telas dos carros enquanto eles estão em movimento.

A Tesla subsequentemente concordou em remover tais recursos de jogos enquanto seus carros estão em movimento, de acordo com a NHTSA.

Sob pressão da NHTSA, a Tesla em fevereiro concordou em fazer o recall de 135.000 veículos com telas de toque que poderiam falhar e aumentar o risco de um acidente.

Em agosto, a NHTSA abriu uma investigação de segurança formal no sistema de assistência ao motorista da Tesla Inc, o Autopilot, após uma série de acidentes envolvendo modelos da Tesla e veículos de emergência.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.