Topo

Mobilidade


Radar de barulho! Paris quer multar carros que excederem limite de ruído

Radar de barulho em Paris - REUTERS/Charles Platiau
Radar de barulho em Paris Imagem: REUTERS/Charles Platiau

Geert De Clercq

Em Paris (França)

30/08/2019 15h44

Motociclistas acelerando seus motores a toda por bairros residenciais, fazendo barulho e acordando crianças, podem em breve ser uma coisa do passado na França. Um subúrbio de Paris está testando um novo sistema que pode identificar veículos barulhentos e multá-los automaticamente.

O dispositivo, chamado pelo prefeito Didier Gonzales de "radar sonoro", foi instalado em um poste de luz no centro de Villeneuve-le-Roi, uma comuna próxima ao aeroporto de Paris.

Ele será ativado assim que um novo projeto de lei do governo permitir que tais sistemas sejam aprovados, disse o prefeito. A cidade ligará as gravações de som às câmeras de vigilância da polícia e emitirá automaticamente multas aos infratores.

"O barulho é o veneno da vida moderna e um grande problema de saúde. Faz tão mal para as pessoas como o fumo passivo", disse Gonzales, que também é chefe da agência de poluição sonora Bruitparif.

O projeto de lei, que deve ser votado até o fim do ano, permitirá que as autoridades locais testem sistemas para registrar e multar os condutores que excederem os limites de ruído. A França já possui uma legislação que limita o barulho dos veículos, mas é difícil de aplicar já que depende da polícia capturar os infratores individualmente.

"Não temos nada contra Ferraris ou Harley Davidsons, mas seus proprietários às vezes gostam de demonstrar a potência de seus veículos, e o barulho realmente incomoda os moradores", disse Remy Jourdan, policial na Villeneuve-le-Roi.

Ondas acústicas

O novo dispositivo, desenvolvido pelos engenheiros da Bruitparif, possui quatro microfones que medem os níveis de decibéis a cada décimo de segundo, e podem detectar de onde um som se origina.

Ele exibe a imagem de uma onda acústica com um traço de pontos coloridos atrás da fonte do barulho alto, como uma motocicleta envolta de fumaça.

"Com essa ferramenta, não é possível questionar quem fez o barulho", disse Gonzales.

Quase 40 aparelhos estão em operação há vários meses perto de bares movimentados nas áreas de entretenimento de Paris, e outros 17 foram instalados nos principais locais de construção, disse a diretora da Bruitparif, Fanny Mietlicki.

A Bruitparif agora está começando a rastrear o ruído de veículos, e também instalou um aparelho em Saint-Forget, uma área rural montanhosa perto de Paris, popular entre os motociclistas. Em setembro, instalará dois no centro de Paris.

Até o momento, o sistema está apenas no modo de teste e nenhuma multa foi emitida, mas Villeneuve está em contato com o ministério dos transportes para ativar os aparelhos assim que a nova lei for aprovada. O governo planeja um período de teste de dois anos para avaliar a tecnologia e definir os níveis de ruído que desencadearão multas.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Mobilidade