Topo

Carros elétricos


"Boutique dos elétricos da Califórnia" oferecerá carros só por assinatura

Garagem de hotel em Brasília (DF) com carregador para veículos elétricos - Rogério Markiewicz/Hotel Mercure
Garagem de hotel em Brasília (DF) com carregador para veículos elétricos
Imagem: Rogério Markiewicz/Hotel Mercure

Paul Lienert

Em Detroit (EUA)

25/03/2019 17h39

Resumo da notícia

  • Canoo, startup de veículos elétricos dos EUA, é o novo nome da Evelozcity
  • Empresa da Califórnia já levantou com investidores US$ 1 bilhão
  • Canoo irá contratar ainda um fabricante para montar seus veículos

Evelozcity, a startup de veículos elétricos dos EUA, mudou seu nome para Canoo e informou hoje que vai oferecer uma gama de veículos elétricos para clientes particulares e comerciais apenas por assinatura.

A Canoo está se posicionando como uma "boutique de carros elétricos da Califórnia" e disse que começará a vender nos Estados Unidos em 2021, eventualmente se expandindo para a China.

A empresa, uma das dezenas de startups de elétricos nos Estados Unidos e na China, não divulgou seus investidores, mas levantou cerca de US$ 1 bilhão, segundo uma fonte familiarizada com o processo.

A Canoo informou que planeja comercializar uma série de quatro modelos que incluirá veículos pessoais e de "estilo de vida", bem como veículos comerciais para serviços de passeio e entrega. O chamado veículo lifestyle tem o objetivo de fornecer o espaço e a funcionalidade de um SUV, informou a empresa.

A Canoo não forneceu detalhes sobre os preços, mas disse que não pretende ter uma rede de concessionárias. Ele oferecerá uma variedade de assinaturas de duração diferente, algumas agrupadas com serviços de seguros e serviços relacionados.

Canoo procura parceiros

Fundada no final de 2017 e sediada em um subúrbio de Los Angeles, a Canoo informou que está planejando uma operação "enxuta" que dependerá de um fabricante de carros contratado para montar seus veículos.

Em meados de março, a publicação alemã Automobilwoche informou que a empresa estava em conversações com a fornecedora canadense Magna International e sua unidade Magna-Steyr para montar os veículos da startup nos Estados Unidos.

A Canoo informou que está "avaliando parceiros para fabricação, mas nenhum contrato foi assinado ainda". A Magna se recusou a comentar. A Canoo informou que planeja fazer parceria com um fornecedor de tecnologia autônoma para futuras versões automatizadas de seus veículos.

A startup disse que seus projetos de veículos serão não tradicionais, com "um design minimalista que maximiza o espaço interior". A Canoo informou que possui 350 funcionários e anunciou várias contratações importantes, incluindo ex-executivos da Uber, SAIC Motor e STMicroelectronics.

A empresa foi fundada por Stefan Krause, Ulrich Kranz e Richard Kim, todos com passagem anterior em outra startup de EV baseada na Califórnia, a Faraday Future. Krause é um ex-executivo de alto escalão do Deutsche Bank. Kranz era vice-presidente sênior da unidade de veículos elétricos da BMW. Kim liderou anteriormente o design exterior do BMW i3.

A equipe fundadora juntou-se no ano passado a outro veterano do setor, Karl-Thomas Neumann, ex-executivo-chefe da montadora alemã Opel e chefe da operação da Volkswagen AG na China.

Carros elétricos