PUBLICIDADE
Topo

Roubos e furtos de motos crescem 39% em SP; veja as mais visadas

Honda CG 160 Fan - Divulgação
Honda CG 160 Fan Imagem: Divulgação

Julio Cabral

Do UOL, em São Paulo

28/07/2022 04h00Atualizada em 29/07/2022 11h40

Não foram apenas os automóveis e picapes que tiveram aumento nos roubos e furtos nos cinco primeiros meses deste ano. As motos também tiveram um salto e tanto de ocorrências. Se levarmos em consideração o fechamento até maio, houve um incremento de nada menos de 38,9%, com 14.349 crimes, contra 10.363 do mesmo período de 2021.

As informações foram compiladas pela Ituran, empresa que trabalha com rastreamento veicular, e os dados foram baseados nos disponibilizados no site da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo. A companhia destacou as 10 motos mais roubadas ou furtadas do estado.

Os crimes automotivos estão ligados intimamente com o número de pessoas em circulação em 2022, uma vez que 2021 viveu os efeitos da pandemia e isolamento mais intensamente.

Há uma diferença de perfil nos crimes: as motos de baixa cilindrada e de alta cilindrada são roubadas ou furtadas por motivos diferentes. "Acima de 500cc são menos vendidas e são mais visadas para prática de outros delitos por conta da agilidade e rapidez na fuga. São mais roubadas do que furtadas", analisa Rodrigo Boutti, gerente de operações da Ituran.

"Já as de baixas cilindradas são as mais vendidas e mais procuradas pelos bandidos para desmonte e revenda das peças para desmanches ilegais, o que torna um "ciclo do crime", pois as próprias "vítimas" consomem peças destes desmanches", completa Rodrigo.

No geral, o crime mais comum é o de furto: foram 68,3% das ocorrências, enquanto os roubos representaram 31,7%. Nem sempre as motos mais novas são as mais visadas, pois as mais antigas sempre estão em alta graças aos desmanches. A divisão é de 172 veículos com até dois anos; 3.204 entre dois e cinco anos; 2.591 entre cinco e dez anos; 3.485 com mais de dez anos e 911 não tiveram a idade informada.

A lista é dominada pela marca Honda, enquanto a Yamaha responde por apenas um modelo do tipo.

Veja a lista de motos mais roubadas entre janeiro e maio de 2022

Honda CG 160 Fan - Divulgação - Divulgação
Honda CG 160 Fan
Imagem: Divulgação

1) Honda CG 160

3.982 roubadas ou furtadas em 2022

Honda CG 150 - Divulgação - Divulgação
Honda CG 150
Imagem: Divulgação

2) Honda CG 150

1.382 roubadas ou furtadas em 2022

Honda CG 125  - Divulgação - Divulgação
Honda CG 125
Imagem: Divulgação

3) Honda CG 125

1.046 roubadas ou furtadas em 2022

Honda CBX 250 Twister - Divulgação - Divulgação
Honda CBX 250 Twister
Imagem: Divulgação

4) Honda CBX 250 Twister

784 roubadas ou furtadas em 2022

Yamaha Fazer 250  - Divulgação - Divulgação
Yamaha Fazer 250
Imagem: Divulgação

5) Yamaha Fazer 250

690 roubadas ou furtadas em 2022

Honda PCX 150 - Divulgação - Divulgação
Honda PCX 150
Imagem: Divulgação

6) Honda PCX 150

674 roubadas ou furtadas em 2022

Honda XRE 300  - Divulgação - Divulgação
Honda XRE 300
Imagem: Divulgação

7) Honda XRE 300

661 roubadas ou furtadas em 2022

Honda Biz  - Divulgação - Divulgação
Honda Biz
Imagem: Divulgação

8) Honda Biz

393 roubadas ou furtadas em 2022

Honda Bros 160  - Divulgação - Divulgação
Honda Bros 160
Imagem: Divulgação

9) Honda NXR 160 Bros

298 roubadas ou furtadas em 2022

Honda CB 300 - Divulgação - Divulgação
Honda CB 300
Imagem: Divulgação

10) Honda CB 300

292 roubadas ou furtadas em 2022

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.